FINEP e CAF vão assinar acordo de cooperação durante a Rio+20

Fonte Ascom - FINEP 14/06/2012 às 11h

A FINEP e a CAF (Banco de Desenvolvimento da América Latina) vão assinar um acordo de cooperação visando ao fomento da inovação em empresas no dia 18/06, durante a Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável (Rio+20). A ideia é que o Banco e a FINEP possam atuar conjuntamente para alavancarem projetos de micro, pequenas e médias companhias, e também aqueles realizados em parceria entre empresas de diferentes países latino-americanos.

Por intermédio do novo acordo, FINEP e CAF adiantam que planejam lançar ainda no segundo semestre uma chamada pública para projetos de patentes na área de energia hidrocinética, gerada a partir da corrente dos rios. Ela faz parte da chamada “Iniciativa Regional de Inovação Tecnológica”, programa da CAF que tem por objetivo estabelecer uma rede latino-americana para inovação tecnológica em eficiência energética e energia renovável baseada em patentes provenientes da região.

O edital em conjunto com a FINEP poderá financiar tecnologias inovadoras e até protótipos em escala real. A ideia é estimular a eletrificação rural da Amazônia ocidental, por exemplo, dentro do programa do Governo Federal Luz para Todos, criado em 2003. Segundo informações do Ministério de Minas e Energia, já foram iluminados os lares de 14, 4 milhões de moradores rurais por intermédio do programa. O valor da chamada ainda não foi definido.

Maior fonte de financiamento nas áreas de infraestrutura e energia da América Latina, a CAF quer ampliar sua atuação apoiando projetos inovadores. Hoje já atua como investidora do Inovar, iniciativa da FINEP na área de Venture Capital. Desde 2000, o programa comprometeu R$ 4 bilhões em fundos de investimento.

De acordo com Alice Abreu, chefe de Cooperação Internacional da FINEP, o acordo entre a Financiadora e a CAF facilitará o acesso ao crédito para as micro e pequenas empresa.

“A CAF permitirá que estas companhias tenham fundo de aval para buscar recursos”, explica. O fundo é um instrumento financeiro criado para prestar garantia às operações dos empreendimentos que não têm condições de obter o aval no mercado.

Além da oferta de garantia para pequenos empresários, a CAF financia projetos cooperativos entre companhias de diferentes nacionalidades, o que a FINEP não pode fazer. “Abre-se uma porta para a troca de expertise e ação integrada com uma fonte de recursos que tem por foco o crescimento latino-americano”, finaliza Alice.

Sobre a CAF

A CAF é um banco de desenvolvimento criado em 1970 e composto atualmente por 18 países da América Latina, Caribe e Europa, e por 14 bancos privados da região andina.

A instituição promove um modelo de desenvolvimento sustentável mediante operações de crédito, subsídios e apoio na estruturação técnica e financeira de projetos do setor público e privado na América Latina.

Com sede em Caracas, Venezuela, a CAF tem escritórios em Buenos Aires, La Paz, Brasília, Bogotá, Quito, Madri, Cidade do Panamá, Lima e Montevidéu.

Sua missão é promover o desenvolvimento sustentável e a integração regional via uma mobilização eficiente de recursos para a prestação oportuna de vários serviços financeiros, de alto valor agregado, a clientes dos setores público e privado dos países acionistas.


Ascom - FINEP
Fonte Ascom - FINEP 14/06/2012 ás 11h

Compartilhe

FINEP e CAF vão assinar acordo de cooperação durante a Rio+20