Fabiana Murer é ouro em Nova York, com a melhor marca do mundo no ano

Fonte Contrapé 09/06/2012 às 19h

Fabiana Murer é ouro em Nova York, com a melhor marca do mundo no ano

Fabiana Murer, campeã mundial do salto com vara, conquistou mais uma medalha de ouro na Diamond League. Neste sábado (9), no Icahn Stadium, em Nova York, a saltadora do Clube de Atletismo BM&FBOVESPA conseguiu a marca de 4,77 m, a melhor do mundo no ano. Com o resultado, Fabiana, que conquistou o ouro também na etapa de Eugene da Diamond League, com 4,63 m, lidera o salto com vara no nobre circuito de provas da IAAF, com 8 pontos.

Fabiana começou a saltar com o sarrafo elevado a 4,50 m e já assumiu a liderança da competição - a cubana Yarisley Silva só ultrapassou a altura na terceira tentativa. Fabiana também só precisou de um salto para passar 4,60 m. Novamente, passou de primeira os 4,70 m, desta vez acompanhada pela cubana. Fabiana ultrapassou a marca de 4,77 m na segunda tentativa, enquanto Yarisley Silva desperdiçou seus três saltos. Sozinha na prova, a brasileira ainda tentou passar os 4,86 m, mas não conseguiu.

"Foi uma boa competição. Passei bem alto os 4,77 m. Não consegui passar os 4,86 m, mas essa tentativa me mostrou que posso superar isso", disse Fabiana. "Encerrei muito bem esse primeiro período de competições. Estou contente, confiante na preparação para poder saltar alto em Londres."

O técnico Elson Miranda, também do Clube de Atletismo BM&FBOVESPA, não escondeu a satisfação com o resultado. "Fiquei muito feliz, a Fabiana quase saltou 4,86 m, faltou muito pouco", observou o treinador.

De Nova York, Fabiana e o técnico Elson Miranda seguem para Fórmia, na Itália, para mais um camping de treinamento visando os Jogos Olímpicos, com o ucraniano Vitaly Petrov, consultor de salto com vara do Brasil, contratado pela Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt).

Mais resultados
- Dos outros atletas do Clube BM&FBOVESPA na competição, Keila Costa terminou a prova do salto triplo na quarta colocação, com 14,12 m. O ouro foi para Olga Rypakiva, do Cazaquistão, que saltou 14,71 m. A jamaicana Kimberly Williams ficou com a prata (14,45 m) e a cubana Dailenys Alcântara com o bronze (14,24). Já Diomar Noêmio de Souza, que tentatva o índice olímpico nos 800 m (1min45s60), ficou com a sétima colocação, com 1min47s13, na prova vencida pelo queniano David Rudisha, com 1min41s74. Agora, Keila e Diomar retornam ao País para dar sequência à preparação para o Troféu Brasil, a próxima competição que vão disputar.

Contrapé
Fonte Contrapé 09/06/2012 ás 19h

Compartilhe

Fabiana Murer é ouro em Nova York, com a melhor marca do mundo no ano