Exposição de Portinari revela a alma do Brasil

Fonte Ascom/MDS 09/06/2012 às 21h
Brasília – “Nossa geração assistirá ao estouro de um grande Brasil.” Essa frase é parte de um texto escrito pelo pintor Cândido Portinari em 1945. Engajado nas questões sociais, ambientais e políticas e no povo brasileiro, Portinari é considerado o maior quando se fala dos pintores que retrataram a realidade do país. A partir de 16 de junho, brasileiros e estrangeiros vão ter acesso a parte do trabalho do artista na exposição “Portinari + Brasileiros”, que poderá ser vista no espaço da Arena Socioambiental durante a Conferência das Nações Unidas sobre o Desenvolvimento Sustentável, a Rio+20.
Nas telas, quadros e painéis de Portinari, estão presentes a mata verde, o homem do campo, Tiradentes, tamanduás-bandeira, denúncias de desigualdade, o povo, a fauna e a flora, o Brasil. “Um país de um povo que sorri, sofre, trabalha, canta, luta e cresce é o que Portinari pintou. Foi um pintor profundamente comprometido com o país, com os valores, com o povo, a história, a fraternidade, o espírito cívico, o meio ambiente e a área social. Retratou todos os aspectos da vida brasileira, históricos, sociais, religiosos, festas e tipo populares, infância, fauna e flora”, afirma João Cândido Portinari, filho do pintor e coordenador do Projeto Portinari.
Montada nos pilotis e jardins do Museu de Arte Moderna (MAM) do Rio de Janeiro, onde também ficará a Arena Socioambiental, a exposição “Portinari + Brasileiros” tem como lema a frase “O Brasil é um país que cresce, inclui e protege”. Até 22 de junho, além da instalação audiovisual que mostra a evolução da realidade social brasileira com referência nas obras de Portinari, o público terá acesso a plataformas digitais com dados das políticas públicas, sua relação com a transformação em curso do Brasil, a histórias de pessoas que demonstram a diversidade do país e que hoje têm uma vida melhor graças ao acesso às políticas públicas.
“Meu pai sempre lutou em defesa das pessoas, do meio ambiente, da ética e contra as desigualdades e injustiças. Sempre acreditou que o Brasil seria o país do futuro, quando escreveu que nossa geração assistiria ao estouro de um grande Brasil. Esse futuro é agora. Os olhos do mundo estão voltados para nós e agora mais ainda, com a Rio+20”, diz João Cândido Portinari.
Cultura e inclusão – Em 1999, teve início à exposição itinerante “O Brasil de Portinari”. Com o objetivo de levar educação, arte e cultura a lugares de difícil acesso, coordenadores do Projeto Portinari e professores visitaram várias cidades do Brasil, difundindo informações e a arte do pintor.
“Começamos com a exposição de 45 réplicas da obra de Portinari e partimos para cidades onde as pessoas não tinham contato com museus, com a arte em geral. Sentimos que este era o grande desejo de Portinari: ver sua obra espalhada pelo Brasil”, explica Suely Avellar, diretora do núcleo de arte, educação e inclusão social do Projeto Portinari.
Ascom/MDS
Fonte Ascom/MDS 09/06/2012 ás 21h

Compartilhe

Exposição de Portinari revela a alma do Brasil