Estudantes participam dos Jogos Escolares da Juventude em Londrina (PR)

Fonte Ministério do Esporte / Portal Brasil 01/09/2014 às 10h
A cidade paranaense de Londrina sediará, entre os dias 4 e 13 de setembro, a primeira etapa dos Jogos Escolares da Juventude, maior competição esportiva escolar do País e o maior celeiro de jovens atletas do Brasil.

Este ano, a primeira etapa dos Jogos bateu o recorde em número de inscrições. São 3.970 atletas, de 12 a 14 anos, que durante dez dias vão disputar 13 modalidades esportivas, e se integrarem às atividades educativas e à diversificada cultura local.

A segunda etapa nacional dos Jogos Escolares da Juventude, para estudantes de 15 a 17 anos, será realizada em João Pessoa, de 6 a 15 de novembro.

Os Jogos Escolares da Juventude são organizados e realizados pelo Comitê Olímpico Brasileiro, em parceria com o Ministério do Esporte e a Prefeitura de Londrina. Além de integrar socialmente crianças por meio do esporte, os Jogos também contribuem para a formação de milhares de jovens e revela ídolos nacionais do esporte, como a judoca piauiense Sarah Menezes, ouro nos Jogos Olímpicos de Londres 2012 e tricampeã dos Jogos Escolares em 2004, 2005 e 2007. Sarah começou no esporte aos nove anos, após participar dos Jogos Escolares.

Outro exemplo de incentivo para os atletas que irão competir nos Jogos Escolares da Juventude é o nadador e atual medalha de ouro, nos Jogos de Nanquim, na China, Mateus Santana, que aproveitou o momento que o consagrou em Nanquim, e manda um recado para os atletas escolares. “Os jogos são uma fase muito importante na vida de cada atleta. Vale a pena passar por todas as fases e trilhar esse caminho. É difícil, é duro e cansativo. Chega uma hora que o corpo não aguenta, mas vale a pena alcançar nossos objetivos e evoluir mais a cada dia”, afirmou o novo talento da natação.

Para o diretor-geral dos Jogos Escolares da Juventude e gerente-geral da Juventude e Infraestrutura do Comitê Olímpico Brasileiro (COB), Edgar Hubner, os jogos são uma forma de contribuir para a inserção social dos jovens por meio do esporte. “Nosso grande desejo é ver dentro do ambiente escolar e acadêmico a formação de base que já está revelando representantes em nível internacional”, disse Edgar.

Em Londrina serão disputadas competições de atletismo, badminton, ciclismo, ginástica rítmica, judô, luta olímpica, natação, tênis de mesa, xadrez, basquete, futsal, handebol e vôlei. Além das competições, os jovens estudantes terão a sua disposição uma ampla gama de eventos paralelos às competições. O programa sócio educativo e cultural abrange diversas atividades extras com o intuito de aproximar os jovens de todo o Brasil aos valores olímpicos e ao exemplo positivo da prática esportiva.

Aproximadamente 4.660 pessoas estão envolvidas com o evento, entre atletas, técnicos e dirigentes dos 26 estados brasileiros, mais o Distrito Federal e uma delegação de Londrina. O recorde anterior foi da etapa realizada em Natal, em 2013, com 4.587 participantes, sendo 3.970 atletas.

A competição de abrangência nacional reúne milhares de alunos-atletas de instituições de ensino públicas e privadas do Brasil. Atualmente, é tida como referência internacional. Consideradas as fases seletivas, os números chegam a mais de dois milhões de atletas e cerca de quatro mil cidades participantes.

Embaixadores
Ídolos do esporte brasileiro, entre eles quatro medalhistas olímpicos, serão embaixadores dos Jogos Escolares da Juventude em Londrina. Natália Falavigna (bronze em Pequim 2008, no taekwondo), Vanderlei Cordeiro (bronze em Atenas 2004, na maratona), Carlos Honorato (prata em Sydney 2000, no judô) e Elisângela Oliveira (bronze em Sydney, no vôlei) se juntam a mais nove atletas olímpicos ou pan-americanos para transmitir suas experiências aos cerca de quatro mil jovens com idade 12 a 14 anos que participarão da competição, entre os dias 4 e 13 de setembro.

Além deles, Guilherme Kumasaka (badminton), Josuel Santos (basquete), Luciano Pagliarini (ciclismo), Franklin Roosevelt (futsal), Angélica Kvieczynski (ginástica rítmica), Deborah Hannan (handebol), Fabiola Molina (natação), Antoine Jaoude (lutas) e Hugo Hoyama (tênis de mesa) também passarão por Londrina.

O objetivo do programa de embaixadores é contribuir para a formação dos alunos/atletas dentro e fora da competição, por meio de palestras, atividades culturais, presença no local da competição da respectiva modalidade, entre outras ações.

“O Comitê Olímpico escalou uma verdadeira seleção de grandes atletas brasileiros. Todo atleta que disputa os Jogos Escolares quer chegar a uma edição de Jogos Olímpicos ou Pan-americanos. Os Embaixadores que estarão em Londrina representam a concretização de um sonho. Muitos deles começaram na escola e por meio do esporte conseguiram se tornar pessoas melhores”, explica Hubner.


Ministério do Esporte / Portal Brasil
Fonte Ministério do Esporte / Portal Brasil 01/09/2014 ás 10h

Compartilhe

Estudantes participam dos Jogos Escolares da Juventude em Londrina (PR)