Estudantes fazem hoje manifestações-relâmpago nas principais regiões da Venezuela

Fonte Agência Brasil. 28/01/2010 às 15h

Determinados a intensificar a onda de protestos em todo país, universitários venezuelanos iniciaram hoje (28) o dia concentrados na principal praça de Caracas – Plaza Brión de Chacayto. A ideia é promover manifestações-relâmpago nas principais cidades da Venezuela. Eles acusam o governo do presidente Hugo Chávez de limitar a liberdade de expressão e promover a censura. Os protestos foram motivados pela decisão oficial de suspender os sinais de transmissão de seis canais de televisão.

Pelos dados oficiais, duas pessoas morreram e 11 ficaram feridas. Na manhã de hoje estudantes foram às ruas para denunciar agressões das autoridades de segurança contra eles durante as manifestações. Há acusações de uso de violência e barras de ferro para conter os protestos. Os protestos ocorrem no momento em que o vice-presidente, ministros e até o presidente do Banco Central renunciam aos cargos.

Desde o último domingo (24), uma série de manifestações ocorrem nas principais cidades da Venezuela. A situação se agravou depois que foi suspenso o sinal da emissora independente RCTV considerada uma das mais populares do país. Desde 2007, o governo venezuelano não renovou a concessão da televisão, e a programação passou a ser transmitida via Miami (Estados Unidos).

Para vários segmentos ligados à defesa dos direitos humanos, da liberdade de imprensa e organismos independentes, Chávez e seus subordinados optaram por uma decisão com características de censura. As autoridades da Venezuela acusaram as emissoras de TV de descumprir regras sobre a programação.

Porém, a direção da RCTV afirmou que a determinação do governo de suspender o sinal de transmissão da emissora ocorreu porque a rede de televisão não reproduziu, na íntegra, o discurso do presidente da República.

Agência Brasil.
Fonte Agência Brasil. 28/01/2010 ás 15h

Compartilhe

Estudantes fazem hoje manifestações-relâmpago nas principais regiões da Venezuela