Emprego na indústria registra em outubro quarta alta consecutiva

Fonte Agência Brasil. 08/12/2009 às 15h

O nível de emprego na indústria cresceu 0,7% em outubro, o maior aumento desde julho de 2008 na comparação mensal. Há quatro meses, o indicador se mantém positivo nesse tipo de comparação.

Entretanto, em relação ao resultado de outubro de 2008, houve queda de 5,7%, assim como no acumulado do ano. Os dados são da pesquisa Industrial Mensal de Emprego e Salário, divulgada hoje (8) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O número de horas pagas aumentou 0,5% na passagem de setembro para outubro, mas registrou queda de 5,7% em relação ao de outubro de 2008. No acumulado de 2009, a variação foi de –6,2%.

A folha de pagamento também cresceu 0,5% em outubro ante setembro. Porém, apresentou queda de 4% na comparação com outubro do ano passado e de 2,7% no acumulado dos últimos 12 meses.

Em relação ao mesmo período do ano passado, em outubro de 2009 o contingente de trabalhadores empregados na indústria teve queda em 13 áreas pesquisadas e em 16 setores. No caso dos locais, entre os destaques estão São Paulo (–4,25%), Minas Gerais (–11,3%), as regiões Norte e Centro-Oeste (–,8,8%) e o Rio Grande do Sul (–7,2%).

Os setores com maior pressão negativa no indicador de emprego, ainda na comparação entre outubro de 2009 e o mesmo mês de 2008, são: meios de transporte, máquinas e equipamentos, produtos de metal, vestuário, alimentos e bebidas, madeira, máquinas, aparelhos eletrônicos e de comunicação, calçados e artigos de couro. Apenas os setores de papel e gráfica (6,9%) e fumo (5,1%) apresentaram influência positiva no resultado geral nesse tipo de comparação.

 

Agência Brasil.
Fonte Agência Brasil. 08/12/2009 ás 15h

Compartilhe

Emprego na indústria registra em outubro quarta alta consecutiva