Emprego cresce na indústria, mas ainda não atingiu patamar de 2007

Fonte Agência Brasil. 28/01/2010 às 15h

O emprego na indústria cresceu no quarto trimestre do ano passado. Segundo a Sondagem Industrial, divulgada hoje (28) pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), o indicador atingiu 53,9 pontos – 1,6 ponto a mais do que no trimestre anterior. Apesar do crescimento, o número ainda está 1 ponto abaixo do apresentado no quarto trimestre de 2007, um ano antes do início da crise internacional.

“Já há impacto de crescimento nas grandes empresas. Vai haver nas pequenas também, já que elas sentiram os efeitos da crise mais tardiamente”, disse o gerente de unidade de pesquisa da CNI, Renato da Fonseca.

O aumento da produção nas grandes empresas passou de 59 para 61,1 pontos, o que fez com que o índice de evolução do número de empregados atingisse 55,9 pontos. O percentual de utilização da capacidade instalada nessas empresas chegou a 82% no quarto trimestre do ano passado, mesmo assim, ainda ficou 1 ponto percentual abaixo do registrado no mesmo período em 2007.

Nas pequenas empresas, a produção chegou a 55,7 pontos – menos que os 58,4 pontos registrados nos últimos três meses de 2007. O número de empregados se manteve perto da linha divisória de 50,9 pontos. Já o percentual de utilização a capacidade instalada dessas empresas ficou em 72% no período. Ainda abaixo dos 75% registrados no último trimestre de 2007.

Para 2010, a expectativa é de mais crescimento. O índice de expectativa de número de empregados cresceu pelo quarto trimestre consecutivo e atingiu 55,1 pontos. E o índice de compra de matéria-prima passou de 57,9 em outubro do ano passado para 59,8 pontos em janeiro de 2010. “Os empresários estão prevendo mais matéria-prima e mais contratação”, completou Renato da Fonseca.


 

Agência Brasil.
Fonte Agência Brasil. 28/01/2010 ás 15h

Compartilhe

Emprego cresce na indústria, mas ainda não atingiu patamar de 2007