Empatia e cuidado são indispensáveis para a sustentabilidade

Fonte EcoAgência Solidária de Notícias Ambientais 15/06/2012 às 22h

Empatia e cuidado são indispensáveis para a sustentabilidade

Empatia, cuidado, o colocar-se no lugar do outro foi o tema do painel de hoje pela manhã, dia 15 de junho, que abriu o Fórum de Empreendedorismo Social na Nova Economia, no espaço Humanidade 2012, no Forte de Copacabana, Rio de Janeiro. Leonardo Boff, Bernardo Toro, Anamaria Schindler, mediados por Renata Ceribelli, mostraram como é necessário enfrentar esse paradigma e ter novas atitudes para uma civilização que respeite todos os seres vivos.

Cientificamente foi comprovado que aquele que recebe carinho, aconchego nos primeiros meses de vida tem mais capacidade de se envolver, fazer amigos, ser “mais empático” ao longo da vida, disse Anamaria Schinler, da AshoKa, uma das promotoras do evento.
O pedagogo colombiano Bernardo Toro afirmou que é preciso ter políticas públicas de Estado para a família, para que possam ser travados vínculos emocionais fortes com os filhos. Por exemplo, os pais devem, em vez de castiga-los, discipliná-los para que possam ser livres, terem mais autonomia. A criança precisa sempre saber que o resultado de suas ações reflete no outro.
Comentou que na Suécia, a licença maternidade é de dois anos. O salário da mãe é pago pelo próprio Estado durante esse período. Segundo ele, os países nórdicos entendem que é mais barato investir no começo da vida de seus cidadãos do que ter que desembolsar na resolução de problemas sociais de um adulto de uma infância mal resolvida. Ele defende a promoção de uma educação mais espiritual e menos religiosa.
Já Boff acredita que “está na hora de se praticar o cuidado, que está dentro de nós”. O teólogo afirma que tudo precisa de cuidado: a mente, o coração, as palavras, o lado espiritual. E que tudo começa pelo cuidado que temos por nós próprios.
EcoAgência Solidária de Notícias Ambientais
Fonte EcoAgência Solidária de Notícias Ambientais 15/06/2012 ás 22h

Compartilhe

Empatia e cuidado são indispensáveis para a sustentabilidade