Em busca da certificação ambiental

Fonte Ascom - MTur 05/06/2012 às 22h

Em busca da certificação ambiental

Brasília (DF) - O Brasil está mais uma vez na disputa para entrar no seleto grupo de praias certificadas no mundo. Seis praias e marinas do Rio de Janeiro e de São Paulo estão sendo avaliadas para receber ou renovar a certificação internacional do Programa Bandeira Azul, iniciativa que conta com a participação de 46 países.

A praia do Tombo, no Guarujá (SP), quer manter hasteada a bandeira azul, conquistada no ano passado. No Rio de Janeiro, as candidatas são a Prainha e a praia de Itaúna, em Saquarema. Entre as marinas, todas as de Angra dos Reis estão na disputa. A de Costabella busca a renovação e a de Verolme e a de Piratas querem a inclusão no rol de 3.849 praias e marinas certificadas do mundo.

“O programa chegou ao Brasil em 2006 e vem crescendo de forma sólida e consistente. Este ano, comemora 25 anos de realizações e credibilidade”, ressalta a coordenadora do Programa Bandeira Azul no Brasil, Leana Bernardi, do Instituto Ambiental Ratones. Segundo ela, a ação tem como objetivo elevar o grau de conscientização da sociedade para a necessidade de se proteger o ambiente marinho e costeiro.

Para a concessão do selo socioambiental são estabelecidos para as praias 29 critérios, tais como: educação e informação ambiental; qualidade da água de banho; gestão ambiental; segurança e serviços. Os resultados das avaliações nas praias e marinas nacionais serão divulgados em novembro deste ano.

O Programa Bandeira Azul é desenvolvido pela Organização Não-Governamental Internacional Fundação para a Educação Ambiental (FEE) e tem o Ministério do Turismo como integrante do júri nacional.

Ascom - MTur
Fonte Ascom - MTur 05/06/2012 ás 22h

Compartilhe

Em busca da certificação ambiental