Eleições não mudam perspectivas da economia nos próximos anos, diz presidente da CNI

Fonte Agência Brasil. 15/12/2009 às 14h

O presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Armando Monteiro Neto, afirmou hoje (15), ao divulgar as projeções do setor para 2010, que a perspectiva da economia brasileira para os próximos anos não deve ser alterada com as eleições presidenciais de 2010.

“Não vejo risco na sucessão presidencial. Os dois prováveis [candidatos] têm convergência e não falam de mudança radical de política fiscal, metas de inflação e de câmbio.”

Ele lembrou que, na campanha presidencial de 2002, o discurso eleitoral levou a uma expectativa de que poderia haver grandes mudanças na condução da política econômica, o que gerou turbulências no mercado antes do pleito, mas terminou não ocorrendo com a posse do eleito. O candidato do PT, Luiz Inácio Lula da Silva, que venceu José Serra, do PSDB, manteve, em suas linhas gerais, a política econômica que vinha sendo adotada no país.

Desta vez, disse Monteiro, não há risco de turbulência, de alta do dólar e da inflação, porque não existem expectativas de mudança de rumos da economia. 

 

Agência Brasil.
Fonte Agência Brasil. 15/12/2009 ás 14h

Compartilhe

Eleições não mudam perspectivas da economia nos próximos anos, diz presidente da CNI