Eduardo Braga agradece a Dilma por medida em favor da Zona Franca de Manaus

Fonte Agência Senado 11/06/2012 às 20h

Em discurso no Plenário nesta segunda-feira (11), o senador Eduardo Braga (PMDB-AM) elogiou a presidente da República, Dilma Rousseff, pela retificação do Decreto 7.742/2012 que reduziu as alíquotas de cobrança do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) para o setor de bebidas em todo país.

O decreto reduzia de 27% para 17% o IPI para fabricação de bebidas em âmbito nacional, prejudicando a competitividade do setor instalado na Zona Franca de Manaus. Após protestos da bancada amazonense, Dilma alterou o decreto, passando a redução de 27% para 20%.

— Quero louvar aqui a iniciativa da presidenta, na semana passada, em relação ao Pólo Industrial de Manaus que é responsável por boa parte da conservação e do financiamento do desenvolvimento econômico da nossa região e do Amazonas — disse.

Eduardo Braga assinalou que 98% da Floresta Amazônica brasileira estão preservados, devido ao vigor da atividade econômica no Pólo Industrial de Manaus, alcançado em boa medida, afirmou, em razão da manutenção dos incentivos governamentais para a Zona Franca de Manaus.

Em seu pronunciamento, Eduardo Braga reafirmou seu compromisso de defender a maior floresta tropical do mundo e de garantir os direitos dos amazônidas à cidadania, à saúde, à educação, ao saneamento, ao emprego e à informação.

O senador lembrou que, durante seu primeiro mandato como governador do Amazonas, em 2004, criou nove áreas de conservação no sul do estado, com diferentes propostas de manejo, visando frear o desmatamento e a grilagem de terras.

Agência Senado
Fonte Agência Senado 11/06/2012 ás 20h

Compartilhe

Eduardo Braga agradece a Dilma por medida em favor da Zona Franca de Manaus