Documentos apreendidos pela PF podem revelar fatos mais graves no DF

Fonte Agência Brasil. 10/12/2009 às 13h

Os documentos apreendidos pela Polícia Federal (PF) na Operação Caixa de Pandora podem revelar fatos mais graves do esquema de corrupção que envolve o governo do Distrito Federal, afirmou hoje (10) o procurador-geral da República, Roberto Gurgel. Segundo ele, o Ministério Público Federal aguarda a análise do material para decidir se haverá necessidade de novas apreensões para sustentar o inquérito.

“Por enquanto, o que foi revelado traça mais ou menos as balizas do que nós temos, mas não afasta, evidentemente, a hipótese de a análise do material apreendido, além de outras diligências que o Ministério Público está realizando, poderem levar a um quadro ainda mais amplo de fatos mais graves”, disse Gurgel.

O procurador-geral da República lamentou o fato de haver necessidade de “recibos firmados” para que a corrupção seja punida. Mas, no caso que envolve o governador do Distrito Federal, José Roberto Arruda (DEM), e deputados distritais nas denúncias de recebimento de propina, Roberto Gurgel acredita que a força das imagens fará a diferença. “Este caso é diferente. Nele, aparecem imagens que são absolutamente impressionantes.”

 

Agência Brasil.
Fonte Agência Brasil. 10/12/2009 ás 13h

Compartilhe

Documentos apreendidos pela PF podem revelar fatos mais graves no DF