Cultura Digital

Fonte Ascom/MinC 09/07/2013 às 11h

Na tarde desta segunda-feira (08), a ministra Marta Suplicy esteve reunida com integrantes do Coletivo Fora do Eixo e pessoas ligadas ao teatro paulistano.

O encontro ocorreu na sede da Funarte de São Paulo e foi uma oportunidade para que o Coletivo apresentasse propostas relacionadas a temas como redes colaborativas digitais e presenciais, a importância da comunicação para a disseminação cultura e desta para a pluralidade da comunicação, políticas públicas para teatro, entre outras.

Na avaliação de Marta, uma das tônicas do encontro foi o desejo de que o MinC seja uma ponta de lança na formação de uma política comunicacional, articulada com outros ministérios como o da Educação e Ciência e Tecnologia.

Isso porque uma das ideias sugeridas foi a da preparação de um programa de comunicação e cultura com interfaces interministeriais. Este programa, segundo os participantes, incluiria a disponibilização de equipamentos de produção de mídia e capacitação de pessoas das comunidades para divulgarem suas notícias e práticas culturais.

Marta estava acompanhada da secretária da SCDC, Marcia Rollemberg e do secretário substituto da SPC, Américo Córdula. Ambos lembraram programas como o Comunica Diversidade já sendo formatado pelo ministério e que pode servir de base para ideias mais amplas que poderão ser conversadas e apresentadas na 3ª Conferência Nacional de Cultura, que será realizada em novembro deste ano.

Outra ideia sugerida é a criação de editais para o fomento de redes com interesse comuns. Entre os exemplos citados, estão redes de produção de festivais, hackers, de audiovisual, redes de teatro, etc...

Marta manifestou interesse em conversar com outras entidades ligadas à Cultura Digital. "Hoje estou falando com o Fora do Eixo. A ideia é falar com todo mundo da Cultura Digital". Para ela, este é um tema que já é muito presente atualmente e estará cada vez mais no futuro.

Cultura no combate às Drogas

Outro tema trazido à conversa foi a perspectiva de a Cultura colaborar com o combate às drogas e à reinserção de viciados ou mesmo presidiários ao convívio social. Os participantes também defenderam meios de uma produção cultural que contribua para o debate sobre as drogas para além do ponto de vista da necessidade de repressão.

Funarte de São Paulo terá Centro de Estudos do Teatro

Uma das demandas apresentadas foi a do fomento a pequenos e médios teatros por meio de editais e a intensificação do trabalho da Funarte neste campo. A ministra Marta afirmou que esta vai ser uma das diretrizes da pessoa que vier a assumir o cargo, atualmente vago. Os participantes da reunião também foram informados de que ali mesmo na sede da Fundação, haverá a formação de um Centro de Estudos do Teatro, onde importantes acervos sobre o tema estarão disponíveis a pesquisadores e produtores.

Ascom/MinC
Fonte Ascom/MinC 09/07/2013 ás 11h

Compartilhe

Cultura Digital