Crescimento de evangélicos na AL não influenciou escolha de papa argentino, diz dom Orani

Fonte Agência Brasil 14/03/2013 às 8h

 

Rio de Janeiro- O arcebispo de Buenos Aires, Jorge Mario Bergoglio,de 76 anos, escolhido ontem (13) sucessor de Bento XVI para a chefia da Igreja Católica simboliza “um novo tempo” e leva ao novo papado a marca da simplicidade e da humildade. A avaliação é do arcebispo da cidade do Rio de Janeiro, dom Orani Tempesta.

Durante entrevista à imprensa, dom Orani destacou ainda a escolha do nome Francisco, como o novo papa quer ser chamado, em referência ao missionário São Francisco Xavier e ao frade católico italiano São Francisco de Assis. Para ele, os dois têm espírito evangelizador. “O nome reporta bem à missão de estar junto, de trazer para a Igreja um novo mundo na simplicidade e na pobreza”.

O arcebispo do Rio, que conheceu Bergoglio pessoalmente em Aparecida (SP), em 2007, durante a elaboração de um documento sobre a evangelização na América Latina, considera que a escolha valoriza a região, que representa a metade dos fieis católicos do mundo. Para dom Orani, o crescimento do número de evangélicos neopentecostais não pesou na escolha.

“Seria muito estranho se na eleição isso tivesse contado. Os cardeais elegeram o que é melhor para a Igreja toda, e não só para a América Latina, não só para Ásia, África. Eles não podiam pensar, não pensaram em apenas uma região no mundo, então, não tem essa questão”, disse.

Perguntado ainda sobre possíveis pressões de grupos de direitos humanos durante a visita do papa ao Brasil, em julho, para a Jornada Mundial da Juventude, por causa das acusações de Bergoglio ter sido conivente com a ditadura militar argentina, dom Orani lembrou que Bergoglio negou o fato diversas vezes. “A consciência dele é que vale. É importante ter trabalhado pelo bem do povo e pelos pobres”, disse.

O arcebispo do Rio informou que irá em breve ao Vaticano discutir a vinda do papa ao Brasil. Embora com 76 anos, a expectativa é que Francisco assuma mais compromissos do que os previstos anteriormente para o papa emérito Bento XVI durante a Jornada Mundial da Juventude, na cidade do Rio.

“Ele não vai apostar corrida no Parque do Flamengo. Mas, mesmo sendo de idade avançada, [o novo papa] tem saúde [melhor que a de Bento XVI] e fará grandes trabalhos para a Igreja”, declarou dom Orani.

Agência Brasil
Fonte Agência Brasil 14/03/2013 ás 8h

Compartilhe

Crescimento de evangélicos na AL não influenciou escolha de papa argentino, diz dom Orani