CPMI adia decisão de convocar Pagot e Cavendish alegando falta de informações

Fonte Agência Brasil 14/06/2012 às 16h

Brasília - A Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) do Cachoeira adiou hoje (14) as decisões de convocar o ex-presidente da empresa Delta Construções, Fernando Cavendish, e o ex-diretor do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), Luiz Antônio Pagot.

As propostas de sobrestar os dois requerimentos foram apresentadas pelo relator da comissão, deputado federal Odair Cunha (PT-MG), que alegou ser prematuro convocá-los neste momento. A convocação de Cavendish foi rejeitada com 16 votos a favor da proposta e 13 votos contrários. Já o adiamento da convocação de Pagot recebeu 17 votos favoráveis e 13 contrários.

As duas votações foram motivo de embate político. De um lado, o senador Sérgio Souza (PMDB-PR) concordou com o relator. "Não estamos aqui decidindo se vamos convocá-lo ou rejeitar sua convocação. Antes de trazer o senhor Pagot, da mesma forma que o [senhor] Cavendish, primeiro precisamos analisar os documentos que estão em poder dessa comissão", defendeu o senador. "Precisamos trazê-los com dados necessários e suficientes para indagá-los".

A decisão, no entanto, foi contestada. O senador Pedro Taques (PDT-MT) disse que muitos integrantes da comissão temem os depoimentos de Pagot e de Cavendish. "Alguma pessoas estão com medo, com paúra, da vinda de Cavendish e de Pagot, que, muitos já sabem, é um fio desencapado. Ele precisa falar", destacou Taques.

Agência Brasil
Fonte Agência Brasil 14/06/2012 ás 16h

Compartilhe

CPMI adia decisão de convocar Pagot e Cavendish alegando falta de informações