Como fazer com que a criança entenda o "não"?

Fonte Baruco Comunicação Estratégica 30/08/2014 às 12h
Pediatra lista dicas aos pais para que os filhos entendem o sentido da palavra

Educar uma criança não é tarefa das mais fáceis. Quem tem filhos sabe muito bem que requer paciência fazê-los entender o que é permitido ou não. E como fazer com que a criança compreenda o sentido e o significado da palavra ‘não’? O pediatra Sylvio Renan Monteiro de Barros, autor do Blog do Pediatra e do livro “Seu bebê em perguntas e respostas – Do nascimento aos 12 meses”, diz que a época de compreensão do ‘não’ é muito individual, mas isso também depende das atitudes dos pais. “Até os dois anos e meio a criança assimila centenas de palavras e compreende muito bem o significado da palavra “NÃO””, diz o pediatra.

O ‘não’ deve ser dito sempre de forma assertiva. Quando você diz ‘Não’ a uma criança, isso significa que ela não poderá fazer alguma coisa. Para isso, a palavra deve ser dita de forma firme, mas sem necessidade de gritos ou fortalecimento da voz e em situações realmente necessárias. “É importante observar se a criança obedeceu e, se ela já compreende o ‘não’, basta dizê-lo. Para as maiorzinhas, os pais devem sempre explicar seu motivo (risco de acidente, proteção da criança, comportamento indesejável, etc.)”, explica Sylvio Renan, membro da Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) e especialista em pediatria pelo General Pediatric Service da University of California - Los Angeles (Ucla).

Criança contrariada

Quando uma criança faz birra ao ser contrariada é porque você não foi assertivo em situações anteriores. Dizer ‘não’ e depois permitir que a situação indesejada aconteça cria insegurança e é o estopim para que a criança procure, em outras oportunidades, romper as barreiras da proibição.

Por outro lado, casos de bom comportamento devem ser elogiados. Todas as formas de atenção são altamente desejáveis pelas crianças. Em alguns casos, os pais pode se valer daquela velha máxima: elogie em público (o bom comportamento) e corrija em particular. “Muitas vezes os pais esquecem que a vida requer disciplina, regras e limites. Dizer “não” também traz benefícios e faz parte do processo de aprendizagem da criança.”, conclui o pediatra.



Dr. Sylvio Renan Monteiro de Barros:

O Dr. Sylvio Renan Monteiro de Barros é autor do livro "Seu bebê em perguntas e respostas - Do nascimento aos 12 meses". Formado pela Faculdade de Medicina do ABC, tem especializações e títulos pela Unifesp/EPM, Sociedade Brasileira de Pediatria e General Pediatric Service da University of California - Los Angeles (Ucla). Sylvio Renan atuou por quase 30 anos no Pronto Socorro Infantil Sabará e foi diretor técnico do Hospital São Leopoldo, cargo que deixou para se dedicar ao seu consultório, a MBA Pediatria, e à literatura médica para leigos.





MBA Pediatria na web:

Site: http://mbapediatria.com.br/

Twitter: http://twitter.com/#!/mba_pediatria

Facebook: https://www.facebook.com/mbapediatria

Youtube: http://www.youtube.com/user/MbaPediatria

Blog do Pediatra: http://blogdopediatra.blogosfera.uol.com.br/




Baruco Comunicação Estratégica
Fonte Baruco Comunicação Estratégica 30/08/2014 ás 12h

Compartilhe

Como fazer com que a criança entenda o "não"?