Comentário Direto de Brasília - 15-03-2016

Fonte José Woitechumas 15/03/2016 às h

O FANTASMA DO JAPONES DA FEDERAL VOLTA A ASSOMBRAR LULA.

Meus caros ouvintes, leitores e telespectadores, conforme comentei ontem, nunca antes na história deste país, houve uma manifestação tão grandiosa de parte da população sobre qualquer assunto e, especificamente neste caso, contra um presidente da República. Aqui também, contra uma presidente, Dilma Roussef, e contra um ex-presidente, Lula e o partido de ambos, o PT. Pelas manifestações, ficou claro que o país chegou à exaustão com estes personagens O desejo manifestado claramente e de forma ordeira, pacífica, consciente e organizada, é pelo afastamento de Dilma e Lula da política brasileira e do PT por ser instrumento utilizado para que se instalasse no Brasil o mais amplo e perverso esquema de poder e não de governo. No dizer do decano dos ministros do STF, Celso de Mello, “um esquema criminoso” que se apoderou do país. Ao longo do dia a Presidente Dilma buscou aconselhar-se com seus ministros e assessores mais chegados. Sabe que o seu afastamento do governo agora recebeu o aval das ruas. Sabe exatamente que por isso e pelas posições do seu maior aliado, o PMDB, e de outros não tão grandes e nem tão fiéis, se depender deles, o impeachment está mais próximo. Não bastasse isso, o caso Lula está sendo transferido para a alçada direta do Juiz Sérgio Moro. A Justiça de São Paulo encaminhou a denúncia do Ministério Público do estado contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para a Justiça Federal de Curitiba, mais precisamente para as mãos do juiz Sérgio Moro, informou a assessoria do Tribunal de Justiça (TJ) nesta segunda-feira. A denúncia contra Lula e mais 15 pessoas pede a prisão preventiva do ex-presidente, que será analisada agora pelo juiz da Lava Jato na primeira instância. A juíza Maria Priscilla Ernandes Veiga de Oliveira entendeu que:
– os crimes denunciados são federais, e não estaduais; – já há uma investigação em curso sobre esses crimes na Justiça Federal;– toda a denúncia vai para a análise do juiz Sérgio Moro, incluindo as denúncias contra outras 15 pessoas, entre elas a ex-primeira-dama Marisa Letícia e o filho de Lula, Fábio Luís Lula da Silva, além do pedido de prisão de Lula e mais seis envolvidos; – caso Moro entenda que a denúncia é de âmbito estadual, ele pode desmembrar o processo e devolver o que achar pertinente; – o caso deixa de estar em segredo de Justiça em São Paulo. Diante disso, voltou a circular no Palácio do Planalto a notícia de que a Presidente Dilma reafirmou o convite para que Lula assuma um Ministério. Fica claro, portanto, que Dilma, Lula e o PT, continuarão “fazendo o diabo” para alcançar seus intentos, como o foro privilegiado e a presunção da impunidade. Ameaçados agora por uma possível intervenção do Juiz Sérgio Moro. Com o que, o fantasma do Japonês da Federal batendo em sua porta, volta a assombrar Lula. E outros mais. Direto de Brasília, José Woitechumas. 

 

 

 

José Woitechumas
Fonte José Woitechumas 15/03/2016 ás h

Compartilhe

Comentário Direto de Brasília - 15-03-2016