Cinco itinerários para conhecer a Europa caminhando

Fonte ANSA 02/09/2014 às 20h
Cada vez mais, turistas querem conhecer cidades caminhando.

02 Setembro, 20:24•ROMA•ZGT

(ANSA) - Seja do caminho de São Francisco à rota do ferro de Pirineus, na Espanha e na França, o turismo para quem gosta de caminhar para conhecer uma paisagem ganha cada vez mais adeptos na Europa. A ideia é entrar de cabeça na natureza e utilizar a força das próprias pernas para ditar o ritmo da viagem.

Confira uma lista de destinos elaborada pelo site Opodo para conhecer a Europa a pé:



Caminho de São Francisco, Úmbria, na Itália



Chegar à Assis seguindo os passos de São Francisco. O trajeto sai do norte da região (por La Verna) ou do sul (partindo de Greccio), e segue ao longo do Vale de Reatina, atravessando uma extensa planície circundada por colinas e montes. O caminho é onde o santo da Igreja Católica criou, talvez pela beleza estonteante da natureza, seu famoso Cântico das Criaturas. Saindo de La Verna até Assis, são 192 quilômetros feitos em 12 dias. O trajeto passa pelas cidades de Sansepolcro, Città di Castello e Gúbio. Pelo caminho é possível ver muitos palácios e igrejas medievais, santuários escondidos entre bosques e montanhas verdes.



Caminho de São Paulo, na Turquia



Na orla de São Paulo é possível encontrar uma natureza selvagem e ruínas romanas. O trajeto tem 500 quilômetros que são percorridos em oito dias. Esse caminho é indicado para quem não gosta de roteiros turísticos de massa, pois é bem restrito aos corajosos. Parte de Perge, próximo à cidade de Antália, e o destino é Yalvaç (também conhecido como Antióquia de Pisídia, antigo centro cristão na Ásia Menor). O trajeto passa por vilas de pedra que pararam no tempo enquanto você atravessa a cadeia de montanhas Taurus. A única advertência para os visitantes é ter um bom mapa geográfico: as marcações para os turistas são quase inexistentes.



Rota do Ferro de Pirineus, Espanha e França

A região dos Pirineus tem incrustado em sua história uma secular tradição no trabalho do ferro. Esse trabalho deixou em seu caminho muitos traços e até hoje é possível encontrar mineradoras, fábricas e vilas de ferreiros que fazem parte da paisagem de Andorra, Catalunha, País Basco, Languedoque-Rossilhão e Aquitânia. No percurso, é possível encontrar diversos viajantes que buscam os segredos das ferrarias e a região foi declarada como de interesse cultural da Europa.



Via de Mozart, na Áustria



Um itinerário que viaja entre Salzburgo e Rosenheim, seguindo os principais pontos da vida do grande compositor austríaco Wolfgang Amadeus Mozart. O trajeto é feito entre os rios de Salzach e Inn, passando pelos lagos bávaros de Chiemgau. O caminho é ainda cheio de estações termais, majestosas montanhas e parques naturais. Tem 410 quilômetros de extensão e pode ser percorrido tanto de bicicleta (8 dias) como a pé (12 dias).



Via dos Etruscos, Toscana e Emilia-Romana, na Itália



Uma caminhada histórica pelas cidades italianas. Com um percurso de 5 a 6 dias, a partida é da cidade etrusca antiga de Artimino, na Toscana, e depois de ter atravessado o vale do Bisenzio, Prato e Appennino, chega-se à Marzabotto (em etrusco, Kainua), na Emilia-Romana. O antigo traçado, provavelmente utilizado ao final da era etrusca, tem como atrativos parques arqueológicos por todo o percurso, entre os quais o sítio arqueológico de Vetulonia e a Vie Cave entre Sovana e Pitigliano. (ANSA)
ANSA
Fonte ANSA 02/09/2014 ás 20h

Compartilhe

Cinco itinerários para conhecer a Europa caminhando