Chuvas causam 13 mortes em Michoacán, região central do México

Fonte Ansa Flash. 05/02/2010 às 15h

As fortes chuvas que atingiram o México nos últimos três dias já causaram pelo menos 13 mortes na província de Michoacán, centro do país, onde a Defesa Civil calcula que há 10 mil pessoas afetadas e 2.000 residências danificadas.

Na capital Cidade do México, onde vivem 10 milhões de habitantes e estão as sedes dos três poderes da República, foi declarado o estado de emergência depois de 48 horas de chuvas ininterruptas. As aulas foram suspensas em 174 escolas.

Em toda a região do Vale do México, na qual está situada a capital e residem cerca de 20 milhões de pessoas, enchentes afetaram cerca de mil famílias na populosa zona de Iztapalapa. Os sistemas de drenagem entraram em colapso.

As autoridades informaram que pelo menos 12 mil pessoas foram tiradas da colônia El Arenal, perto do aeroporto da Cidade do México, que ficou inundada.

Em Michoacán, o governo local confirmou até o momento 13 mortes devido às chuvas, consideradas atípicas para o mês de fevereiro, quando é inverno no México.

De acordo com a Defesa Civil, as mortes, ocorridas em municípios como Zitácuaro e Angangueo, foram causadas por deslizamentos de terra ou pelas cheias de rios, cujas águas arrastaram pessoas.

O procurador de Justiça de Michoacán, Jesús Montejano, informou que entre os falecidos há quatro menores de idade.

Ansa Flash.
Fonte Ansa Flash. 05/02/2010 ás 15h

Compartilhe

Chuvas causam 13 mortes em Michoacán, região central do México