Chanceleres de Equador e Colômbia assinam acordo de limites marítimos

Fonte Ansa flash 13/06/2012 às 21h
QUITO - Os chanceleres do Equador, Ricardo Patiño, e da Colômbia, María Ángela Holguín, definiram hoje os limites marítimos entre ambos os países com a assinatura de um acordo em San Lorenzo, no estado equatoriano de Esmeraldas.

Holguín expressou, em sua chegada à cidade, que a assinatura da declaração "estreita ainda mais as relações entre os dois países" e que, junto ao estabelecimento de limites, as duas nações se comprometem a apoiar as populações fronteiriças.

"No tema social temos um compromisso e um grande desafio de apoiar a população que vive nas fronteiras e, nesse sentido, queremos iniciar com programas ambiciosos de ajuda social", disse a chanceler colombiana, segundo reportou a Rádio Pública.

De sua parte, o comandante da Marinha da Colômbia, Roberto García Márquez, indicou que estabelecer limites é útil para conseguir que "cada vez nossa fronteira seja mais organizada e que tenhamos melhor inter-relação entre as autoridades e intercâmbio de informação".

Colômbia e Equador definiram sua fronteira terrestre em 1916 e em 1975 firmaram um convênio sobre limites marítimos. Apesar disso, a decisão sobre os pontos exatos ainda estavam pendentes.

Patiño explicou que "jamais existiram problemas por esta falta de definição, no entanto, era importante para ambas as nações definir os limites marítimos, aproveitando este momento no qual as relações entre ambos os países se encontram em seu melhor momento"
Ansa flash
Fonte Ansa flash 13/06/2012 ás 21h

Compartilhe

Chanceleres de Equador e Colômbia assinam acordo de limites marítimos