Ceia de Natal deve ser a mais barata dos últimos dois anos.

Fonte Agência Brasil. 07/12/2009 às 12h

Os produtos que compõem o jantar natalino estão mais baratos neste ano. Em comunicado divulgado hoje (7), a Fundação Getulio Vargas (FGV) informa que os preços dos principais itens da ceia tiveram a menor inflação dos últimos dois anos. Além disso, com a desvalorização do real frente ao dólar, alimentos importados como castanhas e carnes estão mais em conta.

Embora a ceia seja composta por itens que fogem do tradicional e que também estão mais baratos, a FGV destaca que itens básicos como arroz e carnes – que tiveram reduções entre dezembro de 2008 e novembro de 2009 – são os principais responsáveis barateamento do jantar de Natal. No período, o preço do arroz caiu 16,84%, o do frango, 6,13% e o do lombinho suíno, 8,87%.

“O foco são os produtos que as famílias consomem o ano inteiro e que fazem parte do Natal. As quedas registradas nos últimos 12 meses nos permitem dizer que em relação a 2008 a ceia está mais barata”, reforçou o economista da FGV André Braz. “O Natal com uma cesta mais completa é o que a gente prevê para 2009”, completou.

Segundo ele, embora os preços possam subir um pouco com a proximidade das festas, principalmente as carnes, “não há chance de haver uma aceleração motivada por demanda que torne esses produtos mais caros do que em 2008”, porque a queda foi muito forte ao longo do ano. “Esperamos que as famílias comprem com mais facilidade.”

O comunicado da FGV também lembra que, com a desvalorização da moeda brasileira, produtos negociados com base no dólar estão mais baratos como o azeite de oliva (-5,94%) e o bacalhau (-17%). “O brasileiro está comprando uma quantidade maior [de produtos] gastando a mesma quantidade de reais”, explicou Braz.

 

Agência Brasil.
Fonte Agência Brasil. 07/12/2009 ás 12h

Compartilhe

Ceia de Natal deve ser a mais barata dos últimos dois anos.