CBJ divulga metas para o Campeonato Mundial Chelyabinsk 2014

Fonte CBJ 12/08/2014 às 11h
Evento terá 751 atletas de 120 países. Objetivo da comissão técnica é chegar a quatro finais, além repetir o número de medalhas no feminino e superar o desempenho do masculino do Mundial 2013.

A Federação Internacional de Judô divulgou os primeiros números do Campeonato Mundial Chelyabinsk 2014 na última semana e o Brasil já traçou suas metas para a competição. O objetivo da comissão técnica da Gestão de Alto Rendimento é chegar a quatro finais, além de repetir o número de medalhas no feminino e superar o desempenho do masculino do Mundial 2013. Na disputa por equipes, o planejamento é alcançar o pódio em ambos os gêneros, fato que só aconteceu no Mundial de 2012, em Salvador, quando o Brasil foi bronze tanto no masculino quanto no feminino.

“Nessa reta de final de preparação estamos realizando várias ações pontuais para fazer os últimos ajustes dos atletas como a o treinamento dos pesados em Belo Horizonte, vinda da Sarah Menezes para treinamentos no Rio de Janeiro e a ida de uma nutricionista e uma psicóloga para São Paulo para trabalhar com os atletas convocados de lá, tudo em parceria com o COB”, disse Ney Wilson, gestor técnico de alto rendimento.

Considerando o torneio individual, o Mundial está um pouco menor do que foi no Brasil, no ano passado, já que serão 751 atletas de 120 países. No Rio de Janeiro, foram 783 atletas de 124 países. Serão 465 homens e 286 mulheres. De acordo com as regras da Federação Internacional para o ciclo olímpico Rio 2016, cada país pode levar, no máximo, nove atletas de cada gênero, sendo no máximo dois por categoria. Entre os 120 países inscritos, apenas Brasil, China, França, Alemanha, Japão, Mongólia, Rússia e, surpreendentemente, Camarões levarão o número máximo de atletas permitido.

As categorias mais cheias serão a leve (73kg) e a meio-médio (81kg) no masculino com 80 atletas e a leve (57kg) no feminino com 51. O Brasil terá Alex Pombo (73kg), Victor Penalber (81kg), Rafaela Silva (57kg) e Ketleyn Quadros (57kg) como representantes.

“Eu já imaginava porque nas últimas edições das competições mais importantes, a minha categoria está sempre cheia. A minha preparação já considerava essa questão e, por isso, não muda nada. Estou viajando com minha melhor forma técnica e física possível”, disse Alex Pombo, quarto colocado no ranking mundial entre os leves.

Na outra ponta da tabela, estão o pesado (+100kg) masculino com 43 inscritos e o pesado (+78kg) feminino com apenas 27 judocas. Rafael Silva (+100kg), David Moura (+100kg), Maria Suelen Altheman (+78kg) e Rochele Nunes (+78kg) serão os representantes brasileiros nestas categorias.

“Os principais atletas da categoria estão inscritos e, por isso, acredito que não muda muita coisa na preparação. Temos que estar preparado para fazer cinco ou seis lutas para ser campeão. Esse é o objetivo ”, disse Rafael Silva, líder do ranking entre os pesados e prata no último Mundial.

No masculino, 17 países escolheram vai levar dois atletas, ou seja, fazer a “dobra”, na categoria meio-leve de Charles Chibana. Serão 17 países dobrando, entre eles três países com muita tradição na categoria: Japão, Mongólia e Rússia. O pesado será o que terá menos dobras com apenas seis países com dois representantes, entre eles o Brasil que terá dois cabeças-de-chave. Já no feminino, três categorias terão nove países com duas atletas: o leve (57kg), o meio médio (63kg) e o meio pesado (78kg). A que terá menos dobras é a médio (70kg) com apenas quatro países levando duas atletas. Como a maioria dos países, o Brasil terá apenas uma representante na categoria: Bárbara Timo.

O Brasil parte para a França, para um período de aclimatação em Paris, na próxima quarta-feira, dia 13. De lá, segue para Chelyabinsk no dia 21.

Embarque para o Mundial - Será realizado nesta quarta-feira, dia 13 de agosto, na sede da Confederação Brasileira de Judô, no Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro (Av. 20 de Janeiro, S/N – Terminal 1 – Terceiro Piso – Setor C), às 14 horas, evento antes do embarque dos convocados para representar o Brasil no Campeonato Mundial Chelyabinsk 2014. Haverá uma breve explanação do Gestor de Alto Rendimento, professor Ney Wilson, sobre a preparação e as metas para a competição.

Para se cadastrar, um responsável pela equipe deve preencher os dados abaixo e enviar, impreterivelmente por e-mail, até às 12h do dia 12/8, para [email protected] e [email protected], colocando o número de pessoas que participarão da cobertura.

Veículo:
Nome:
Função:
Telefone:
Email:
CBJ
Fonte CBJ 12/08/2014 ás 11h

Compartilhe

CBJ divulga metas para o Campeonato Mundial Chelyabinsk 2014