Brasil enfrenta a Coreia do Sul pelo Grand Prix de Vôlei

Fonte Brasil 2016 08/08/2014 às 11h
Nesta sexta-feira (8), a Seleção Brasileira feminina de vôlei enfrentará a Coreia do Sul pela edição 2014 do Grand Prix. Atual campeão, o Brasil jogará às 14h45, no ginásio do Ibirapuera, em São Paulo.

Ao final da primeira semana de competição, a Seleção Brasileira lidera com nove pontos (três vitórias em três jogos e apenas um set perdido). Turquia, Sérvia e Rússia estão empatados em segundo lugar, com sete pontos. A Coreia do Sul, que venceu duas partidas, aparece em quinto lugar, com seis pontos.

Brasil e Coreia do Sul se enfrentaram 44 vezes até hoje. Foram 33 vitórias das brasileiras e 11 das coreanas. O último confronto entre as equipes aconteceu nos Jogos Olímpicos de Londres, em 2012, e o time asiático levou a melhor vencendo por 3 x 0.

A central Fabiana comentou sobre a partida contra as coreanas e fez questão de elogiar a ponteira Kim, que atuou ao seu lado, em 2011, na conquista da Champions League pelo Fenerbahce, da Turquia.

“A Kim é uma grande amiga, nos conhecemos bastante na Turquia e fomos criando essa amizade, aprendendo uma com a outra. Ela é uma jogadora que está crescendo muito, a cada ano está pegando uma forma melhor, aprimorando detalhes no jogo dela. Sabemos que ela é a grande jogadora do time da Coreia do Sul sendo a atleta que mais pontua e recebe bolas”, avaliou Fabiana, que ainda chamou a atenção para a velocidade das asiáticas.

“A Coreia é um time que joga muito rápido e se mexe bastante. Então, nosso saque será muito importante para que a gente quebre um pouco as jogadas delas. A maioria das bolas a gente sabe que é para a Kim, mas temos que ter atenção no geral, para manter o controle do jogo desde o começo. E jogar ao lado da torcida vai ser bastante importante para isso”, analisou a capitã do Brasil.

A ponteira Jaqueline, assim como sua companheira de equipe, também chamou a atenção para a estrela da equipe coreana. “A Kim é a melhor ponteira do mundo, indiscutivelmente, é a jogadora mais versátil, ótima em todos os fundamentos. Sempre a vemos fazer muitos pontos por jogo, mas não podemos esquecer o resto do time. A Coreia é uma equipe rápida. Nas Olimpíadas nos deram muito trabalho e agora estão mais entrosadas. Será um duelo bem complicado, mas estamos estudando muito para conseguirmos superá-las”, garantiu a bicampeã olímpica.

O treinador José Roberto Guimarães também fez uma análise sobre a equipe coreana. “No último jogo contra a Coreia do Sul, nas Olimpíadas de 2012, nós perdemos. É um time que tem a melhor ponteira do mundo, a Kim. Tive a oportunidade de treiná-la no Fenerbahce. Elas jogam com muita velocidade e diferentes combinações de ataque. O sistema defensivo é o ponto forte delas. Será um jogo difícil”, apostou o treinador brasileiro.

Sistema de disputa
No Grand Prix, 12 seleções disputam a fase classificatória. A cada semana são formados três grupos com quatro seleções. Ao fim desta etapa, as quatro equipes mais bem classificadas avançarão à Fase Final, que contará com outros dois times: Japão (país-sede) e o vencedor dos grupos J a O (Argentina, Bélgica, Canadá, Cuba, Holanda, Polônia, Peru e Porto Rico).

Jogos do Brasil pelo Grupo D

Sexta-feira - 08.08 – Brasil x Coreia do Sul, às 14h45, com transmissão ao vivo da TV Globo

Sábado - 09.08 – Brasil x Rússia, às 10h, com transmissão ao vivo da TV Globo

Domingo - 10.08 – Brasil x Estados Unidos, às 10h, com transmissão ao vivo da TV Globo

Campanha do Brasil na edição 2014

01.08 – Brasil 3 x 1 China (25/21, 23/25, 25/17 e 25/16)

02.08 – Brasil 3 x 0 Itália (25/21, 25/16 e 25/15)

03.08 – Brasil 3 x 0 República Dominicana (26/24, 25/19 e 25/18)


Brasil 2016
Fonte Brasil 2016 08/08/2014 ás 11h

Compartilhe

Brasil enfrenta a Coreia do Sul pelo Grand Prix de Vôlei