Bolsista quebra recorde brasileiro e sul-americano na Copa do Mundo de Milão

Fonte Ascom - Ministério do Esporte 04/06/2012 às 15h

Bolsista quebra recorde brasileiro e sul-americano na Copa do Mundo de Milão

Os atletas brasileiros do tiro esportivo continuam acertando o alvo. Com duas vagas já garantidas nos Jogos Olímpicos deste ano, os atiradores nacionais continuam se destacando em importantes competições no exterior. O último feito foi alcançado por Cassio Rippel, na Copa do Mundo de Milão, na Itália. Ele bateu o recorde brasileiro e sul-americano na prova de carabina deitado, com 598 pontos alcançados de 600 possíveis. Cassio é um dos atletas beneficiados pelo programa Bolsa-Atleta do Ministério do Esporte.

“O Bolsa-Atleta é de fundamental importância para o desenvolvimento e manutenção de um elevado nível de performance. No tiro temos um gasto particular muito grande com os equipamentos, armamentos, acessórios e munição também. O programa oferece o suporte para que eu possa me manter em constante treinamento sem que tenha que realocar toda a demanda de nossa verba familiar para o esporte”, afirma o atleta de 34 anos, praticante da modalidade há 17.

Sobre a competição na Itália, Cassio afirma que precisou contornar as condições de vento durante a prova, que dificultaram o desempenho dos atiradores. “A competição foi muito tensa. As condições climáticas em Milão são muito difíceis para os atiradores e o vento forte e inconstante trouxe adversidades para os bons resultados. Na minha prova fui muito feliz em poder realizar o trabalho corretamente e disparar nos momentos adequados”. Ao todo, 101 atletas de todos os continentes participaram da competição na Itália.

“Quebrar os dois recordes foi muito gratificante. É muito bom ver o resultado de muitos anos de treinamento e horas de lazer passadas nos estandes de tiro, principalmente em uma prova tão importante como uma Copa do Mundo. E esse recorde foi muito especial principalmente por estar na presença da minha família, minha esposa e meus filhos, que puderam ver todos os tiros. Olhar pra trás depois de alcançar 598 pontos e os ver vibrando junto comigo não tem preço”, completa Cassio.

Mirando Londres
A equipe brasileira de tiro esportivo em Londres contará com dois representantes: Ana Luiza Ferrão, na prova de pistola 25 metros, e Filipe Fuzaro, na fossa olímpica. Para Cassio, os brasileiros terão grandes adversários pela frente.

“Estamos em um período pré-olímpico em que todos os atiradores estão finalizando a preparação para os Jogos Olímpicos de Londres e isso faz com que todos os grandes atiradores do mundo estejam em grande forma e objetivando os melhores resultados possíveis. Mas no tiro esportivo só temos um grande adversário: nós mesmos. Temos sempre que superar nossos próprios limites.”

No total, o Brasil conta com 225 atletas classificados em 30 modalidades para os Jogos Olímpicos Londres 2012.


Ascom - Ministério do Esporte
Fonte Ascom - Ministério do Esporte 04/06/2012 ás 15h

Compartilhe

Bolsista quebra recorde brasileiro e sul-americano na Copa do Mundo de Milão