Bolívia cogita deixar Comissão Interamericana de Direitos Humanos

Fonte Telesur 18/03/2013 às 21h

Brasília - O presidente da Bolívia, Evo Morales, disse hoje (18) que está avaliando a possibilidade de retirar o país da Comissão Interamericana de Direitos Humanos (CIDH), segundo ele, porque o organismo não segue seus próprios princípios em defesa dos direitos humanos.

"Estou pensando seriamente em nos retirarmos da CIDH," disse o presidente boliviano, em uma conferência à imprensa no palácio do governo. Ele acrescentou que vê a CIDH como outra base militar dos Estados Unidos, “insinuam, julgam os países e com o que contribuem?".

No sábado (16), o presidente equatoriano, Rafael Correa, sugeriu novamente a necessidade de uma reforma das organizações regionais como a Organização dos Estados Americanos (OEA), e da CIDH, porque, de acordo com ele, são organismos dominados por nações hegemônicas.

Telesur
Fonte Telesur 18/03/2013 ás 21h

Compartilhe

Bolívia cogita deixar Comissão Interamericana de Direitos Humanos