BNDES ajudará a desenvolver letra financeira como modalidade de investimento

Fonte Agência Brasil. 26/12/2009 às 20h

Instrumento que pretende facilitar a captação de recursos por bancos privados, a letra financeira terá a ajuda do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) para se desenvolver como modalidade de investimento. A instituição reservou cerca de R$ 10 bilhões para comprar até 20% dos papéis de longo prazo a serem lançados pelo setor privado nos próximos cinco anos.

A ajuda não beneficiará apenas as letras financeiras, mas qualquer tipo de título de longo prazo lançado por empresas. O objetivo da medida é estimular o que os economistas chamam de mercado secundário, em que os papéis de empresas privadas trocam de mãos após o lançamento. Essas negociações aumentam a liquidez (circulação de dinheiro) no sistema financeiro.

Segundo o secretário adjunto de Política Econômica do Ministério da Fazenda, Dyogo Oliveira, a consolidação da letra financeira ocorrerá no médio e longo prazos. “No começo, os volumes deverão ser baixos, mas vão aumentar para alguns bilhões nos próximos anos. É provável que, com o tempo, esse título se firme no mercado”, afirmou o secretário, ao explicar o funcionamento da letra financeira.

Para emprestar dinheiro, os bancos precisam captar recursos de investidores. Atualmente, as instituições financeiras que querem obter dinheiro no mercado interno têm de lançar certificados de depósito bancário (CDBs), que têm prazo curto, inferior a um ano. Dessa forma, os bancos fazem a devolução aos investidores poucos meses após a captação.


 
Agência Brasil.
Fonte Agência Brasil. 26/12/2009 ás 20h

Compartilhe

BNDES ajudará a desenvolver letra financeira como modalidade de investimento