Bento XVI faz novo apelo por respeito aos imigrantes

Fonte Ansa Flash. 11/01/2010 às 13h

O papa Bento XVI pediu hoje às autoridades civis que atuem com "justiça e solidariedade" em relação àqueles que "abandonam sua terra" impulsionados por motivos como a pobreza, a fome, catástrofes naturais e a degradação ambiental.

O novo apelo do Pontífice é feito depois que uma onda de violência no sul da Itália deixou ao menos 60 pessoas feridas e resultou na transferência de centenas de imigrantes africanos que viviam na pequena localidade de Rosarno, na Calábria.

Ontem, durante o Angelus dominical, na Praça São Pedro, o Santo Padre já havia pedido respeito aos direitos dos imigrantes ao se referir aos confrontos, iniciados na quinta-feira.

Hoje, Bento XVI também defendeu os cristãos que vivem em países de maioria muçulmana e que muitas vezes têm seu direito à "liberdade religiosa" atingido de "várias formas".

Neste sentido, ele lembrou o próximo Sínodo dos bispos do Oriente Médio, que será realizado no segundo semestre. A conferência terá o propósito de "oferecer um apoio" aos cristãos que vivem na região para "fazê-los sentir a proximidade dos irmãos na fé".

Na semana passada, membros da minoria cristã copta no Egito foram alvo de um ataque a tiros quando deixavam a missa que celebrou o Natal ortodoxo em Nag Hammadi, sul do país. Seis fiéis morreram.

Em discurso feito hoje aos diplomatas credenciados no Vaticano, o Pontífice ressaltou que "todo esforço" deve ser concretizado para evitar a "tentação da violência e da intolerância". O Papa classificou como "deploráveis atentados" a ação empreendida contra os cristãos no Egito.

Bento XVI ainda se dirigiu particularmente aos "governantes e cidadãos do Iraque". Segundo ele, os cristãos também querem "contribuir" para o desenvolvimento da nação. Para isso, porém, é preciso que sejam garantidos a eles "respeito, segurança e liberdade", destacou.

Ao falar aos diplomatas, o líder católico também citou o Paquistão e o Irã como exemplos de países onde ainda é necessário encontrar "soluções compartilhadas" para que a minoria cristã possa conviver em paz com os muçulmanos.

Ansa Flash.
Fonte Ansa Flash. 11/01/2010 ás 13h

Compartilhe

Bento XVI faz novo apelo por respeito aos imigrantes