Barbosa critica ampliação da Justiça Federal em reunião com Calheiros e Alves

Fonte Agência Brasil 19/03/2013 às 20h

Brasília – O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa, criticou a criação de tribunais federais e expansão da Justiça Federal em audiência com os presidentes da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), e do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL). Ele reuniu-se com os parlamentares na tarde de hoje (19) no STF.

Segundo relato da assessoria do Supremo, Barbosa fez ressalvas a projetos, que tramitam no Legislativo, sobre a ampliação da Justiça Federal, defendendo debate prévio sobre o modelo que o Brasil precisa. Ele mostrou preocupação com o inchaço do setor, que atualmente tem mais de 36 mil servidores, e citou como exemplo os Estados Unidos, que tem apenas 874 juízes federais, e a Alemanha, que tem um modelo ainda mais restrito.

Barbosa alertou sobre os gastos para a criação de tribunais, além da adaptação de prédios e contratação de mais servidores. O ministro apontou o fortalecimento de câmaras locais como uma das possíveis soluções, e se comprometeu a apresentar documento com dados mais completos antes que os projetos sejam votados.

A assessoria de Barbosa garantiu que a nova Lei dos Royalties do Petróleo não foi abordada na reunião desta tarde. Ontem (18), a ministra Cármen Lúcia deu liminar suspendendo o novo sistema de distribuição, favorecendo estados e municípios produtores. Ela prometeu trazer o caso a plenário em abril, mas o assunto só entra em pauta após convocação de Barbosa.

Agência Brasil
Fonte Agência Brasil 19/03/2013 ás 20h

Compartilhe

Barbosa critica ampliação da Justiça Federal em reunião com Calheiros e Alves