Assad nomeia novo primeiro-ministro em meio a mais um dia de violência na Síria

Fonte Agência Brasil 06/06/2012 às 9h

 


Brasília – O presidente da Síria, Bashar Al Assad, nomeou hoje (6) o novo primeiro-ministro do país, Riad Hijab, que até ontem ocupava o Ministério da Agricultura. Assad escolheu Hijab depois da frustração de não formar um governo com apoio do Parlamento. Hijab substitui o ex-primeiro-ministro Adel Safar, escolhido em abril de 2011 – um mês após o começo dos protestos no país que ainda permanecem.

Hijab, 46 anos, é engenheiro agrícola, e filiado ao Baas, principal partido político do país. De 2004 a 2008, ele ocupou cargo de direção na legenda, alvo de críticas da oposição, pois os manifestantes alegam que não há espaço para demais partidos políticos no país. Foi ainda governador das regiões de Quneitra (no Sul) e Lattaquié (no Noroeste do país).

Pelos dados das organizações não governamentais, 55 pessoas morreram ontem na Síria em decorrência dos embates entre forças de segurança e manifestantes. Os protestos no país duram 15 meses e a estimativa é que mais de 11 mil pessoas tenham morrido. Os manifestantes exigem o fim do governo Assad que se diz alvo de terroristas armados.

A organização não governamental (ONG) Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH) informou que agentes de segurança morreram em violentos combates com rebeldes ontem (5) à noite. De acordo com a ONG, pelo menos 170 homens morreram ao longo desta semana na região.

Houve registros de protestos violentos em Damasco nesta madrugada principalmente nos bairros de Qaboune, Techrine e Jobar. Também há relatos de violência em cidades vizinhas à capital, como Douma, Irbine, e Zamalka, além de Jdaidet Artouz, perto de Damasco.

 


*Com informações da agência pública de notícias de Portugal, Lusa

Agência Brasil
Fonte Agência Brasil 06/06/2012 ás 9h

Compartilhe

Assad nomeia novo primeiro-ministro em meio a mais um dia de violência na Síria