As belezas do Rio Grande do Norte

Fonte Ministério do Turismo 06/06/2016 às h

A Tocha Olímpica se despediu da Paraíba no sábado (04) rumo as paisagens deslumbrantes de lagoas, falésias e praias do Rio Grande do Norte. A viagem terá início em Mamanguape (PB) rica em acervo histórico e com forte vocação para a agricultura antes de iniciar o percurso em solo potiguar. No Rio Grande do Norte, o dia será de contemplação de atrativos naturais em São João de Mipibu e Parnamirim até chegar à capital Natal, onde passará a noite.

A Agência de Notícias do Ministério do Turismo reuniu algumas dicas das principais atrações de cada uma das cidades. Aproveite e se programe para a próxima viagem.

Mamanguape

Situada no litoral norte paraibano, Mamanguape é conhecida pelo acervo histórico e arquitetônico herdado do ciclo da cana de açúcar. Entre os pontos turísticos estão monumentos como a Casa do Imperador e as igrejas: Matriz de São Pedro e São Paulo, do Rosário e de São Sebastião. Pela antiga ponte férrea do rio Mamanguape dá para fazer um percurso rural até o sítio Pindobal. Tem  um dos solos mais férteis do estado, com destaque para os verdes canaviais.

São José de Mipibu

Já em solo potiguar, a cidade que é uma antiga missão indígena e está localizada na região metropolitana de Natal tem como atrações turísticas os festejos juninos e a beleza das lagoas, entre elas, a do Bonfim, ideal para os amantes do ecoturismo. O Cruzeiro e a Matriz de Santana e São Joaquim estão entre os atrativos urbanos, mas São João de Mipibu também ostenta trechos de Mata Atlântica e manguezais. Ao lado, a antiga Vila de Papary, é caminho para as praias ao sul de Natal e terra da potiguar mais ilustre, Nísia Floresta Brasileira Augusta, tida como a primeira feminista brasileira que hoje dá nome ao local. O túmulo de Nísia, a igreja de Nossa Senhora do Ó e o baobá gigante - árvore com tronco mais grosso do mundo - são atrativos locais.

O maior cajueiro do mundo. Crédito: Embratur

Parnamirim

Parnamirim, também na região metropolitana de Natal, é a terceira maior cidade potiguar e reúne atrativos importantes como a Base Aérea Militar, a Barreira do Inferno (Centro de Lançamento de Foguetes e de Cultura Espacial) e o maior cajueiro do mundo, registrado no Guinness Book. As praias de Pium, Cotovelo e Pirangi, com falésias e passeios de barco, além de mergulho nos parrachos, estão entre as mais populares. A cidade entrou para história pela sua importante participação na II Guerra Mundial, quando ficou conhecida como “Trampolim da Vitória”. A partir da base militar americana, partiam os aviões aliados em direção ao front na Europa.

Praia de Natal. Crédito: Embratur

Natal

A capital potiguar foi a última parada do símbolo olímpico no sábado (04) e começará o passeio pelo local que representa a origem da cidade, a Fortaleza dos Reis Magos (1598), construída em forma de estrela entre o rio Potengi e o mar. A capital potiguar é um destino turístico cheio de opções e surpresas. Lagoas, dunas, praias urbanas com agito noturno, comidas típicas nordestinas e artesanato para todos os gostos. O principal point é a Ponta Negra, que também receberá a visita da chama olímpica e onde estão concentrados os hotéis. A celebração de pernoite da tocha olímpica em Natal será no estádio Arena das Dunas.

INVESTIMENTOS - O Ministério do Turismo investiu, desde 2003, cerca de R$ 8,9 bilhões em obras de infraestrutura turística em municípios de todo o país. Nos municípios visitados pela tocha olímpica neste sábado, a Pasta já investiu R$ 149 milhões em obras de urbanização, construção de praças e implantação do Centro de Informações Turísticas entre outras.

REVEZAMENTO NA PARAÍBA E NO RIO GRANDE DO NORTE - A tocha passará por sete cidades paraibanas e sete do Rio Grande do Norte. Para mais informações sobre o tour no estado e pelo Brasil, o Ministério produziu um mapa interativo, com roteiros e imagens dos destinos.

Diariamente, a Agência de Notícias do Turismo produz matérias a respeito do revezamento e de dicas dos destinos da tocha. No Twitter (@mturismo), o internauta pode acompanhar diariamente a cobertura do revezamento em tempo real

Ministério do Turismo
Fonte Ministério do Turismo 06/06/2016 ás h

Compartilhe

As belezas do Rio Grande do Norte