Aquecimento global é quase irreversível, relata a ONU

Fonte ANSA 27/08/2014 às 20h

Temperatura do planeta pode aumentar dois graus em 40 anos

27 Agosto, 12:27•NOVA YORK•ZAR

(ANSA) -Um relatório da ONU, que será apresentado em outubro, na Conferência sobre o Clima em Copenhague, na Dinamarca, alerta para o aquecimento global, que já teria chegado a níveis quase irreversíveis. O trecho foi divulgado pelo jornal New York Times.


O aquecimento global já provocou a redução na produção de grãos, o aumento do nível dos oceanos, ondas de calor, chuvas torrenciais e outros extremos climáticos causados pela emissão progressiva de gás carbônico CO2. Os fenômenos já foram advertidos mundialmente e podem aumentar caso às emissões de CO2 não sejam diminuídas.
"É provável que a emissão de gases seja a causa dominante das alterações climáticas ocorridas a partir da metade do século XX", afirma o relatório de 127 páginas, que prevê impactos irreversíveis, caso o problema não seja enfrentado com agilidade e seriedade.


"Os riscos ligados às mudanças climáticas serão certamente altos e muito altos até o fim deste século", diz o relatório. O documento da ONU afirma que se as emissões de CO2 continuarem no atual estágio, em 40 anos a temperatura média global será dois graus Celsius mais alta. E até o final do século XXI, o aumento poderá ser de 3,7 graus. (ANSA)
ANSA
Fonte ANSA 27/08/2014 ás 20h

Compartilhe

Aquecimento global é quase irreversível, relata a ONU