Aos 23 anos, Resex Chico Mendes ganha força

Fonte Comunicação ICMBio 16/03/2013 às 21h

Brasília  – Desde de terça-feira, (12), dia em que completou 23 anos de criação, a Reserva Extrativista (Resex) Chico Mendes passou a adotar, oficialmente, a gestão compatilhada entre o governo federal, por meio do Instiuto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), e o governo do estado do Acre.

Nesse dia, o governador em exercício do Acre, César Messias, assinou decreto permitindo que secretarias estaduais, como a de Serviços Florestais, Saúde e Produção, possam atuar no interior da reserva, em parceria com ICMBio, na execução de programas de apoio aos moradores. A assinatura foi feita durante a 10ª Reunião Ordinária do Conselho Deliberativo da Resex.

No mesmo dia, o site da Agência de Notícias do Acre, órgão oficial de divulgação do governo estadual, divulgou ampla mantéria sobre os 23 anos da reserva. Na matéria, o repórter Samuel Bryan mostra as ações realizadas no local, o dia a dia dos moradores e os desafios dos gestores para estruturar cada vez mais a unidade de conservação.

A Reserva Extrativista Chico Mendes é uma das 312 unidades de conservação federais administradas pelo ICMBio no Brasil. A resex, assim como o Instituto, homenageia no seu nome o líder seringueiro e ambientalista que ganhou fama internacional pela sua luta em defesa da preservação da floresta.

 

Comunicação ICMBio
Fonte Comunicação ICMBio 16/03/2013 ás 21h

Compartilhe

Aos 23 anos, Resex Chico Mendes ganha força