ANS determina portabilidade especial para beneficiários

Fonte Agência Nacional de Saúde Suplementar 04/09/2014 às 9h
A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) determinou a portabilidade especial de carências aos beneficiários da operadora Saúde Medicol S/A (Registro ANS nº 30923-1). O objetivo é permitir que todos os beneficiários possam escolher, no prazo de 60 dias, uma outra operadora e ingressar em um novo plano de saúde sem a necessidade de cumprir períodos de carência novamente.

A Saúde Medicol tem sede na cidade de São Paulo e tem aproximadamente 13 mil beneficiários concentrados, em sua maioria, na capital e Grande São Paulo. Em razão guia de de anormalidades econômico-financeiras e assistenciais consideradas graves, a operadora encontra-se em regimes de acompanhamento presencial instaurado pela ANS (Direção Fiscal e de Direção Técnica).

Como fazer a portabilidade de carências

Para fazer a portabilidade de carências, o consumidor deve consultar o Guia de Planos ANS no portal da Agência e verificar os planos compatíveis. Na consulta ao Guia, o beneficiário deve informar o número do seu plano de origem, a ser obtido com a operadora. Deve verificar também se a faixa de preço do plano de destino é igual ou inferior à do seu plano de origem.

Para fazer a portabilidade, após a consulta ao Guia de Planos, o consumidor deve dirigir-se à operadora escolhida para solicitar a proposta de adesão levando o relatório de planos obtido após consulta ao Guia da ANS. Também deve apresentar quatro boletos pagos na operadora de origem, referentes ao período dos últimos seis meses, e apresentar os documentos de identificação (identidade, CPF e comprovante de residência).

Para mais esclarecimento de dúvidas, o beneficiário pode ligar para o Disque ANS – 0800 701 9656, de segunda a sexta, das 8h às 20h, exceto feriados.



Agência Nacional de Saúde Suplementar
Fonte Agência Nacional de Saúde Suplementar 04/09/2014 ás 9h

Compartilhe

ANS determina portabilidade especial para beneficiários