Alvaro Dias responsabiliza Fernando Haddad e o PT por situação das universidades federais

Fonte Agência Senado 05/06/2012 às 20h

Em discurso nesta terça-feira (5), o senador Alvaro Dias (PSDB-PR) afirmou que as dificuldades enfrentadas pelas universidades federais – cujos professores, na maioria, estão em greve – se devem à falta de planejamento na expansão promovida pelo governo do PT e pelo ex-ministro da Educação Fernando Haddad. Na opinião do senador, essa expansão foi apenas eleitoreira.

- A falência das universidades federais é obra do atual governo e do ministro Haddad. A maior desgraça foi a criação de um projeto sem planejamento, que está destruindo as federais, o Reuni [Programa de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais] – afirmou.

Segundo afirmou o senador, das 88 mil vagas abertas ao longo dos oito anos do governo Lula, 46 mil foram criadas um ano antes das eleições presidenciais, em 2009, com falta de planejamento e improvisação, somente para atender às exigências político-eleitorais da hora. Universidades nasceram apenas no papel, como em Guarulhos, onde parte dos alunos têm aulas numa escola municipal. A construção do campus está prometida desde 2007.

E a falta de infraestrutura se repete Brasil afora, além dos baixos salários dos professores, disse ainda. Na Universidade de Brasília, um iniciante na carreira com carga de 20 horas ganha R$ 1.530,46, enquanto um professor de ensino municipal de São Paulo recebe R$ 2.600.

Apesar de todo o marketing em torno da expansão da rede universitária brasileira nos últimos anos, os números mostram outra realidade e houve retrocesso, afirmou Alvaro Dias. Em 2010, foram 178.407 formandos nas universidades federais, 24 mil a menos do que em 2004.

- Essa alardeada expansão, numa análise abrangente e no país inteiro, é teórica, é no discurso, segundo disse. Os governistas se utilizam da mentira como arma para sustentar eficiência. Os propalados avanços não aconteceram - avaliou o senador.

Alvaro Dias disse que “não há como não convocar o ex-ministro Fernando Haddad à responsabilidade, já que ele foi o responsável pela gestão da educação no país nos últimos anos”.

 

Agência Senado
Fonte Agência Senado 05/06/2012 ás 20h

Compartilhe

Alvaro Dias responsabiliza Fernando Haddad e o PT por situação das universidades federais