AI acusa Itália de ter feito acordo escondido com a Líbia

Fonte Ansa flash 13/06/2012 às 21h
LONDRES - A organização Anistia Internacional (AI) acusou a Itália de ter assinado um acordo com o Conselho Nacional de Transição (CNT), da Líbia, no mês de abril para limitar o fluxo de imigrantes sem documentação que tentam atravessar o Mar Mediterrâneo rumo às costas italianas.

Em um relatório divulgado nesta terça-feira, a organização não-governamental afirma que o acordo teria sido assinado em segredo em 3 de abril entre a ministra do Interior da Itália, Anna Maria Cancellieri, e o presidente do CNT, Mustafá Abdul Jalil.

No entanto, a Anistia Internacional informou que não conhece o conteúdo exato do acordo.

Segundo a entidade, Roma subscreveu o convênio apesar de informações sobre a existência de abusos de direitos humanos de imigrantes, candidatos a asilo político e refugiados e "apesar do fato de continuar sem existir na Líbia um mecanismo que permita determinar o status dos refugiados".
Ansa flash
Fonte Ansa flash 13/06/2012 ás 21h

Compartilhe

AI acusa Itália de ter feito acordo escondido com a Líbia