Acupuntura de Solo

Fonte Oficina de midia 03/02/2010 às 16h

Quando estamos com algum problema de saúde podemos recorrer a diversas terapias convencionais e alternativas. Entre as opções está a Acupuntura, prática milenar da antiga medicina chinesa e que hoje é aplicada até por médicos. E se por acaso nosso espaço, casa ou escritório, estiver com problemas?

A geoterapeuta Sil Berti afirma que a Acupuntura de Solo pode ser muito benéfica para minimizar os efeitos de energias nocivas, transformando os espaços em locais agradáveis, harmônicos e saudáveis. De acordo com Sil, muitas pessoas se queixam de problemas como dores de cabeça, tensão, insônia, dor na coluna, estresse, e as causas podem estar no ambiente que a pessoa habita ou frequenta.

“As correntes de energia do subsolo emitem uma carga eletromagnética alterada ou excessiva para o corpo humano e isso não é mais uma hipótese e sim, uma realidade. Em algumas faculdades de Medicina da Europa,  o estudo das influências do subsolo sobre a saúde é obrigatório”, afirma Sil.

Na acupuntura convencional, o toque da agulha é capaz de liberar neurotransmissores que atuam na área afetada. Há também a explicação mais metafísica que prediz que a aplicação das agulhas, em determinados pontos, desobstrui os canais de energia (meridianos). Sil Berti ensina que os rios subterrâneos, as falhas geológicas, as redes magnéticas, minérios, entre outros, correspondem aos meridianos. Mas, como aplicar a Acupuntura de Solo nas áreas afetadas?

“Podemos usar estacas de vários materiais como ferro, madeira, bambu, vidro, desde que elas tenham um comprimento mínimo de 50 cm e em formato de agulha. Minha preferência são os bambus porque, além de serem ecologicamente corretos (são gramíneas e não árvores), se incorporam ao solo ao longo do tempo e são fáceis de achar”, diz ela.

Entre os benefícios que a Acupuntura do Solo pode proporcionar estão a melhoria do estado geral de saúde das pessoas que estão sobre a influência geopática, tratamento de enfermidades neurológicas e renais, combate à insônia e das dores intermitentes e até trato de tumores. Segundo a geoterapeuta, a Acupuntura de Solo deve ser feita quando for observada alguma alteração substancial em locais de grande permanência como cama, sofá, mesa de trabalho etc.

Mas, e a aplicação das estacas em casas, escritórios e apartamentos?  Nas residências que possuem jardins e quintais, as estacas são colocadas diretamente no solo. Quando não há espaços com terra, a geoterapeuta utiliza cristais ou mandalas em locais estratégicos como vasos, mesinhas e até em paredes etc. O efeito da terapia é imediato. A troca das estacas, dependendo do material que foi utilizado, deve ser a cada 3 ou 4 anos. A terapeuta aconselha uma visita periódica para o controle do fluxo de energia, de 4 a 6 meses.

Oficina de midia
Fonte Oficina de midia 03/02/2010 ás 16h

Compartilhe

Acupuntura de Solo