Western Union anuncia os resultados do segundo trimestre

Fonte Assessoria de Imprensa - PLANIN 04/08/2014 às 20h
Empresa registra receita de US$ 1,4 bilhão e lucro de US$ 0,36 por ação.

Perspectiva para 2014 é de EPS no patamar superior da faixa divulgada anteriormente
A Western Union Company (NYSE: WU) anunciou os resultados financeiros do segundo trimestre de 2014. A empresa também confirmou sua perspectiva para o faturamento anual e ajustou sua margem de lucro operacional e de EPS no patamar superior da faixa divulgada anteriormente.

A empresa continua focada na execução das estratégias para fortalecer seus negócios de transferência de dinheiro, com ênfase na expansão digital, no impulso de crescimento das soluções de negócio e na geração e implementação de um sólido fluxo de caixa para os acionistas.

No segundo trimestre, o faturamento aumentou 1% em relação ao mesmo período do ano anterior – ou 3% em base de moeda constante. O faturamento Consumidor-a-Consumidor (C2C) aumentou 2%, ou 3% em moeda constante, enquanto que as transações aumentaram 6%. O crescimento das transações foi beneficiado com as ações de formação de preços implementadas anteriormente em corredores-chave e um forte aumento nas transferências monetárias online da westemunion.com, cujo número de transações C2C cresceu 46% no trimestre, elevando as receitas em 31%.

As receitas com os canais eletrônicos, que incluem a westernunion.com, transferências monetárias baseadas em contas por meio de bancos e transferências monetárias via dispositivos móveis aumentam 27% no trimestre e representaram 6% do faturamento total da empresa.

O faturamento Consumidor-a-Empresa (C2B) registrou uma queda de 5%, ou um aumento de 8% em moeda constante. O diferencial das mudanças entre o faturamento informado e o valor em moeda constante em C2B resulta primariamente da desvalorização do peso argentino. No caso da Western Union Business Solutions, o faturamento foi uniforme em termos do valor informado e em moeda constante, quando comparado com o ano anterior.

“Estou satisfeito em ver que as ações estratégicas que implementamos para as transferências de dinheiro dos consumidores ajudaram a fazer com que nossos negócios retornassem a um crescimento positivo do faturamento na primeira metade de 2014”, disse o Presidente e Chief Executive Officer (CEO), Hikmet Ersek. “As tendências das nossas margens operacionais são boas com relação às nossas expectativas e ajustamos a expectativa do EPS anual para o patamar superior da faixa divulgada anteriormente. Também continuamos a dar um retorno significativo aos nossos acionistas, com mais de US$ 200 milhões na recompra de ações e dividendos no trimestre”, afirmou.

A margem operacional GAAP foi de 19,8% no segundo trimestre, 20% acima do que foi registrado no segundo trimestre de 2013. O lucro por ação foi de US$ 0,36 no segundo trimestre de 2014, como no mesmo período do ano anterior. Em termos anuais, o fluxo de caixa resultante de atividades operacionais totalizou US$ 450 milhões. No trimestre, a empresa restituiu US$ 209 milhões aos acionistas, sendo US$ 143 milhões em recompras de ações e US$ 66 milhões em dividendos. Em termos anuais até junho, houve um retorno de US$ 457 milhões para os acionistas.

Em julho, o Conselho de Administração da Western Union declarou um dividendo trimestral em dinheiro de US$ 0,125 por ação ordinária, a ser pago em 30 de setembro de 2014 aos acionistas registrados até a data de fechamento dos negócios, em 15 de setembro de 2014.

Panorama do ano de 2014

A empresa confirmou a perspectiva de faturamento anual para 2014, estabelecida em 1º de maio de 2014, e ajustou a perspectiva da margem operacional e do EPS para o patamar superior da faixa divulgada anteriormente. Também ajustou a perspectiva do fluxo de caixa operacional para refletir o prazo de determinados pagamentos de tributos que não deverão mais ocorrer em 2014.

Faturamento
• Aumento do faturamento de baixo a meio dígito em moeda constante
• Crescimento do faturamento GAAP de uniforme a meio dígito, que reflete o impacto monetário/cambial negativo de certos países de mercados emergentes

Margens de lucro operacional
• Margem operacional GAAP na faixa de aproximadamente 19,5% a 20% (a margem anterior foi de 19% a 20%)
• As despesas relativas à conformidade deverão totalizar aproximadamente 3,5% a 4,0% do faturamento de 2014

Lucro por ação
• EPS GAAP na faixa de US$ 1,45 a US$1.50 (a faixa anterior foi de US$1,40 a US$ 1,50)

Fluxo de caixa
• Fluxo de caixa resultante de atividades operacionais de aproximadamente US$ 1 bilhão (a perspectiva anterior era de aproximadamente US$ 900 milhões). Agora, a empresa pretende pagar os US$ 100 milhões de pagamentos finais de tributos antecipados relativos ao acordo anunciado com o U.S. Internal Revenue Service, em dezembro de 2011, a partir de 2015 - e não mais em 2014.

Medidas não-GAAP
A Western Union apresenta medidas financeiras não-GAAP porque a diretoria acredita que essas métricas fornecem uma informação complementar importante, além das métricas GAAP, e são comparáveis e consistentes com os períodos anteriores. Essas medidas financeiras não-GAAP incluem alterações do faturamento ajustadas em termos de moeda constante; alterações do faturamento do segmento C2C ajustadas em termos de moeda constante; alterações do faturamento do segmento C2B ajustadas em termos de moeda constante; alterações do segmento de Business Solutions ajustadas em termos de moeda constante e medidas adicionais.

As reconciliações das medidas não-GAAP comparadas com as medidas GAAP estão disponíveis na seção “Relações com Investidores” do website da empresa, no endereço http:// ir.westernunion.com.

Moeda
Os resultados em moeda constante demonstram que as receitas e as despesas externas foram convertidas da moeda estrangeira para o dólar americano, em valor líquido do efeito das coberturas (hedges) da moeda estrangeira, em taxas consistentes com as taxas do ano anterior. Os resultados em moeda constante também assumem qualquer benefício ou prejuízo causados por flutuações entre as moedas estrangeiras e o dólar americano, em valor líquido do efeito das coberturas/hedges da moeda estrangeira, que são consistentes com o ano anterior. Além disso, a mensuração assume o impacto das flutuações de derivativos de moeda estrangeira não designados, como cobertura/hedge, e a porção de valor justo que foi excluída da medida da eficácia para os contratos designados como hedge/cobertura é consistente com o ano anterior.





Assessoria de Imprensa - PLANIN
Fonte Assessoria de Imprensa - PLANIN 04/08/2014 ás 20h

Compartilhe

Western Union anuncia os resultados do segundo trimestre