WEC: Pizzonia vence em sua estreia na divisão LMP2

Fonte XYZ Live Press 14/04/2013 às 19h

Amazonense, convidado da Delta-ADR, completa a prova uma volta à frente do segundo colocado. "Foi demais", celebra o piloto, que espera seguir na categoria.

O brasileiro Antonio Pizzonia começou com o pé direito sua experiência no Mundial de Endurance (WEC), ao vencer a prova de abertura da temporada 2013, as Seis Horas de Silverstone, disputada neste domingo. Correndo como convidado da equipe Delta-ADR, time oficial da Nissan, o amazonense e seus parceiros, os ingleses Tor Graves e James Walker, não deram chances aos rivais.

Com o Oreca-Nissan #25, Pizzonia, Graves e Walker receberam a bandeirada com uma vantagem de uma volta para o carro mais próximo, o Morgan-Nissan da equipe OAK, pilotado por Oliver Pla, Heinemeier Hansson e Alex Brundle. O trio de Pizzonia, que largou da pole, só perdeu a liderança nos momentos em que precisava parar nos boxes, recuperando a ponta ao fim de cada janela.

"Foi demais. A gente não teve problema algum na corrida. Larguei, conseguimos abrir uma distância boa e no primeiro pit optamos por não trocar o pneu, o que nos faria perder 30 segundos. Mas vimos que foi errado, pois o segundo colocado, que trocou, tirou toda essa diferença para nós. Mas, a partir daí, foi uma corrida sem muitos problemas. Tivemos pouquíssimas bandeiras amarelas e no final não sabiamos a estrategia dos rivais e ficamos preocupados. Fomos em ritmo de classificação até as três últimas voltas, quando pudemos tirar o pé", analisa o "Jungle Boy".

O dia também teve outras vitórias brasileiras: Bruno Senna, ao lado de Darren Turner e Stefan Mucke, venceram com o Aston Martin na divisão LMGTE Pro. Tom Kristensen, Loic Duval e Allan McNish, da Audi, venceram no geral após ultrapassarem os companheiros de equipe (Andre Lotterer, Benoit Treluyer e Marcel Fassler) nas voltas finais, com outro brasileiro, Fernando Rees, subindo ao pódio na LM GTE Am ao terminar em terceiro um Corvette.
Feliz com a oportunidade, Pizzonia espera seguir nas próximas etapas: "Foi uma experiência bacana. Foi bom demais. Uma corrida de verdade, sem aquela coisa de poupar equipamento, pneu. A gente acelera até o último momento. Estrear com uma pole e uma vitória não podia ser melhor. Espero continuar campeonato inteiro e seria uma pena deixar ele na liderança."

A próxima prova do Mundial de Endurance acontece no dia 4 de maio, em Spa-Francorchamps; já Pizzonia não terá folga: nas próximas horas, ele já embarca de volta para os Estados Unidos, onde disputará a quarta etapa da Grand-Am, marcada para o domingo (21), em Road Atlanta. "Agora é partir para a próxima. Temos um chão grande para percorrer e muito trabalho para fazer lá", completa.



XYZ Live Press
Fonte XYZ Live Press 14/04/2013 ás 19h

Compartilhe

WEC: Pizzonia vence em sua estreia na divisão LMP2