Votação do projeto da LDO 2015 fica para setembro

Fonte Agência Câmara Notícias* 07/08/2014 às 10h
Sem quórum na Comissão Mista de Orçamento (CMO), a votação do relatório preliminar ao projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para 2015 (PLN 3/14) foi remarcada para a primeira semana de setembro, quando ocorrerá outro esforço concentrado do Congresso Nacional.

O presidente da comissão, deputado Devanir Ribeiro (PT-SP), agendou a próxima reunião para 2 de setembro, às 14h30.

Conforme o projeto da LDO para 2015, o salário mínimo será reajustado em 7,71%, saindo dos atuais R$ 724 para R$ 779,79 no ano que vem. O governo estima crescimento da economia de 3% e inflação, medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), em 5% para o próximo ano.

A LDO é a lei que orienta a elaboração do orçamento federal. No dia 31 de agosto, o governo enviará ao Congresso, como determina a Constituição, o projeto da próxima lei orçamentária. Como ainda não existe LDO aprovada, o Executivo deve basear a proposta orçamentária no projeto da LDO em tramitação no Congresso.
Íntegra da proposta:

PLN-3/2014


*Com informações da Agência Senado



Agência Câmara Notícias*
Fonte Agência Câmara Notícias* 07/08/2014 ás 10h

Compartilhe

Votação do projeto da LDO 2015 fica para setembro