Vice-chanceler chileno assume defesa do país em Haia

Fonte Ansa Flash. 19/11/2009 às 0h
O vice-chanceler chileno, Alberto Van Klaveren, deve assumir nesta semana a chefia da equipe responsável pela defesa do país perante o Tribunal Internacional de Justiça de Haia, onde tramita uma demanda do Peru para modificar o desenho dos limites marítimos entre os dois territórios.

Segundo informações da imprensa local, a vice-chancelaria ficará a cargo do atual diretor de Planejamento do Ministério das Relações Exteriores, Ángel Flisfisch -- ex-subsecretário de Aviação do Ministério da Defesa e especialista em inteligência.

Em alguns dias, Van Klaveren viajará à França para se reunir com a equipe de juristas internacionais que presta assessoria ao país no caso. Na reunião será revisado o texto a ser entregue pela defesa chilena em Haia no dia 9 de dezembro.

O processo movido pelo Peru foi encaminhado à corte em janeiro de 2008. Nele, a nação reivindica uma revisão dos tratados firmados anteriormente e que estabelecem as demarcações marítimas com o Chile.

Segundo o jornal La Tercera, a nomeação de Van Klaveren vinha sendo avaliada há semanas e não tem qualquer relação com o novo incidente diplomático entre os dois países, iniciado na última sexta-feira.

Neste dia foi divulgada a denúncia de que o militar peruano Victor Ariza vendia informações estratégicas para oficiais da nação vizinha.

A imprensa local afirmou que Ariza, pertencente à Força Aérea, recebia entre US$ 5 mil e US$ 8 mil por mês pela espionagem, o que é negado por Santiago. O suposto agente duplo teria entregado dados de compras a serem realizadas pela Aeronáutica de seu país até 2021.
Ansa Flash.
Fonte Ansa Flash. 19/11/2009 ás 0h

Compartilhe

Vice-chanceler chileno assume defesa do país em Haia