Venezuela estuda apresentar queixa contra oposição em organismos internacionais

Fonte Telam 17/04/2013 às 8h

Bogotá – O ministro das Relações Exteriores da Venezuela, Elias Jaua, disse ontem (16) que o governo está avaliando o desenrolar dos acontecimentos desta terça-feira para preparar a queixa que pretende apresentar à Organização dos Estados Americanos (OEA) e à Organização das Nações Unidas (ONU) em razão da violência, segundo ele, praticada pela oposição contra políticos da situação.

O governo venezuelano acusa Henrique Capriles, principal líder oposicionista do país, de incitar os eventos que provocaram a morte de sete civis identificados com o chavismo e ferimentos em cerca de 60 pessoas.

Segundo o chanceler, a queixa que o governo da Venezuela pretende apresentar aos organismos internacionais se baseia na observação de que os oposicionistas atuam com intolerância política e social e cometem atos de xenofobia contra os médicos cubanos residentes no país.

Embora a Venezuela tenha tornado pública a decisão de que abandonaria a Comissão Interamericana de Justiça da OEA, com o argumento de que o organismo é um ente que serve aos Estados Unidos contra os intereses da Venezuela, o chanceler disse que a denúncia, se for feita, se justificará por se tratar de uma instituição multilateral.

Telam
Fonte Telam 17/04/2013 ás 8h

Compartilhe

Venezuela estuda apresentar queixa contra oposição em organismos internacionais