Venda de imóveis novos tem queda de 8,6% na capital paulista

Fonte Agência Brasil 16/04/2013 às 14h

São Paulo – A comercialização de imóveis residenciais novos na cidade de São Paulo registrou queda de 8,6% em fevereiro, na comparação com o mesmo mês de 2012, segundo o Sindicato da Habitação (Secovi-SP). Foram vendidas 1.920 unidades, enquanto no ano passado esse número chegou a 2.109.

Na comparação com janeiro deste ano, quando foram vendidos 848 imóveis, o mês de fevereiro registrou crescimento de 127,2%. Segundo Celso Petrucci, economista do Secovi-SP, a alta tão expressiva pode ser explicada pelo fato de janeiro ser um mês típico de poucos lançamentos, a chamada sazonalidade de férias. “Historicamente, dezembro é o mês que tem mais lançamentos em todos os anos e janeiro é um mês que tem menos lançamentos”.

O movimento em Valor Geral de Vendas (VGV) mostrou que as vendas cresceram 114,4% em fevereiro, com R$ 875,5 milhões, contra R$ 408,4 milhões de janeiro. Já a oferta, de 20,12 mil unidades, ficou praticamente estável, teve queda de 0,88% em fevereiro em relação a janeiro. A maior procura em fevereiro foi por unidades com dois dormitórios, que responderam por 60,3% das vendas (1.160 imóveis).

Os lançamentos no mês tiveram alta de 25,7% em relação ao mesmo período de 2012. Com 1.810 unidades lançadas, houve crescimento de 175,2% na comparação com janeiro. No acumulado dos primeiros dois meses deste ano, foram comercializados 2.770 imóveis, número 12,7% menor que no mesmo período de 2012. O total de lançamentos no primeiro bimestre de 2013 (2.470 unidades) superou em 16,8% o do mesmo bimestre do ano anterior.

Agência Brasil
Fonte Agência Brasil 16/04/2013 ás 14h

Compartilhe

Venda de imóveis novos tem queda de 8,6% na capital paulista