Vaticano premia Grão-duque de Luxemburgo por ações em defesa dos direitos humanos

Fonte Ansa Flash 19/11/2009 às 0h
A Santa Sé homenageará este ano o Grão-duque Henri Albert Félix de Luxemburgo, chefe de Estado desse país europeu, que receberá o Prêmio Van Thuân 2009, concedido pelo Vaticano e que recorda o cardeal vietnamita François-Xavier Nguyen Van Thuan, morto em 2002.

O anúncio foi feito hoje, em uma coletiva de imprensa no Vaticano, e a cerimônia de entrega da premiação acontece amanhã, em Roma. Esta é a segunda edição do prêmio.

O cardeal Renato Raffaele Martino, presidente do Conselho Pontifício Justiça e Paz e da Fundação São Mateus, responsável pela premiação, explicou que o Grão-duque de Luxemburgo está sendo reconhecido por "um particular empenho na defesa dos direitos humanos e, especialmente, do direito à vida e à liberdade religiosa".

Além de Henri, receberão o Prêmio Van Thuân - Solidariedade e Progresso a associação missionária de cooperação Comis, que atua em países em desenvolvimento; o projeto Alas, dedicado à construção de um centro de assistência aos presidiários na Colômbia; o projeto Skills development for the blind, um centro de reabilitação e tratamento para cegos na Tailândia; e a associação Le Rocher, que realiza ações educativas e sociais para jovens da periferia de grandes cidades da França.

As entidades e projetos sociais serão premiados também com uma contribuição de 15 mil euros.

"O objetivo do prêmio é mostrar pessoas que vivem segundo a própria fé e procuram colocá-la em prática em tudo que fazem na vida", completa Martino.

A cerimônia de entrega da premiação terá um concerto do maestro Marco Frisina, que fez arranjos com algumas das pregações escritas por Van Thuân.

François-Xavier Nguyen Van Thuân foi preso pelo regime comunista vietnamita em 1975, após sua nomeação como arcebispo coadjutor de Saigon. Permaneceu na cadeia por 13 anos. Em 1991 foi para a Roma e passou a presidir o Conselho Pontifício Justiça e Paz. Van Thuân morreu em 2002 e teve seu processo de beatificação iniciado em 2007.
Ansa Flash
Fonte Ansa Flash 19/11/2009 ás 0h

Compartilhe

Vaticano premia Grão-duque de Luxemburgo por ações em defesa dos direitos humanos