Valadares manifesta apoio à campanha 'Fraternidade e Juventude', da CNBB

Fonte Agência Senado 26/02/2013 às 21h

O senador Antonio Carlos Valadares (PSB-SE) destacou nesta terça-feira (26) a campanha "Fraternidade e Juventude", de iniciativa da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). Ele disse que seu partido se associou à campanha e pediu que o Senado faça o mesmo.

- O tema da Campanha da Fraternidade de 2013 é extremamente oportuno num país cujos desequilíbrios econômicos, morais e sociais afetam, mais que a qualquer outro segmento, o jovem. É ele a vítima maior do desconforto e do desconcerto do mundo - disse Valadares.

O senador lembrou que, no Brasil, entre os 50 mil cidadãos que morrem anualmente por assassinato, a maioria é de jovens entre 16 e 25 anos, de acordo com dados do Ministério da Justiça.

- Em meio à perplexidade de quem apenas se inicia na longa jornada da vida, a falta de horizontes profissionais, materiais e espirituais acaba levando boa parte à perversão, às drogas e a um desfecho breve e trágico da existência. A juventude carece de valores, a carência de espiritualidade é a mais grave de todas, porque afeta jovens de todas as condições sociais – afirmou Valadares.

O senador declarou ainda que a Campanha da Fraternidade tem um alcance social amplo, ao qual a sociedade deve aliar-se, não sendo apenas uma iniciativa de caráter religioso. E também lembrou as Campanhas da Fraternidade tiveram um papel de grande importância na derrubada do autoritarismo em tempos de ditadura militar (1964-1985).

- Para que se chegue à fraternidade, é preciso que se dê conteúdo moral e espiritual à ação educativa. É preciso reformar mentalidades, compreender que a ação política é mais que uma função pública. Deve também ser um sacerdócio, a serviço do bem comum – concluiu.

 

Agência Senado
Fonte Agência Senado 26/02/2013 ás 21h

Compartilhe

Valadares manifesta apoio à campanha 'Fraternidade e Juventude', da CNBB