Unasul reconhece vitória do novo presidente paraguaio e elogia processo eleitoral

Fonte Agência Brasil* 24/04/2013 às 9h

Brasília – A União de Nações Sul-Americanas (Unasul), que reúne 12 países, reconheceu e saudou o presidente eleito do Paraguai, Horacio Cartes (Partido Colorado). A iniciativa é interpretada como o primeiro passo para negociar o fim da suspensão do país do bloco regional. Há dez meses, o Paraguai foi suspenso da Unasul porque os líderes regionais concluíram que houve rompimento das instituições democráticas durante o processo de impeachment do então presidente Fernando Lugo.

O reconhecimento da Unasul foi definido após análise da Missão de Acompanhamento Eleitoral do Grupo de Alto Nível designado para avaliar a situação paraguaia. O grupo foi coordenado pelo peruano Salomón Lerner. Em comunicado, o bloco informou ter constatado “o cumprimento do cronograma eleitoral, a normalidade do desenvolvimento dos comícios e a ampla participação da cidadania”.

O texto acrescenta que “[o ocorrido] contribui com os avanços do processo democrático-institucional do país”. O comunicado também destaca o papel da Justiça Eleitoral do Paraguai, informando que ela foi “eficaz e ótima na organização e condução” do processo. As eleições presidenciais ocorreram no último dia 12.

No comunicado, a Unasul parabeniza Cartes. “A União de Nações Sul-Americanas expressa suas felicitações ao povo paraguaio pela ação cívica ocorrida durante as eleições gerais de 2013, celebradas no domingo, 21 de abril, na nação irmã. [A Unasul] saúda igualmente o candidato vitorioso, Horacio Cartes, por sua eleição como novo presidente da República”.

Cartes tomará posse em 15 de agosto, substituindo Federico Franco, que assumiu o cargo no lugar de Lugo, que sofreu processo de impeachment em junho de 2012. O Senado e a Câmara do Paraguai aprovaram o fim do governo Lugo, alegando falta de responsabilidade de sua parte. O presidente eleito venceu a disputa com 45,92%. O segundo colocado foi Efraín Alegre (Partido Liberal), que obteve 37%.

A Unasul é formada pela Bolívia, Colômbia, o Equador, Peru, a Argentina, o Brasil, Paraguai, Uruguai, a Venezuela, o Chile, a Guiana e o Suriname. São países observadores o Panamá e o México.

*Com informações da emissora multiestatal de televisão, Telesur

Agência Brasil*
Fonte Agência Brasil* 24/04/2013 ás 9h

Compartilhe

Unasul reconhece vitória do novo presidente paraguaio e elogia processo eleitoral