Um homem chamado Hélder

Fonte Luis Carlos Alencar 19/11/2009 às 0h
Dom Hélder Câmara completaria 100 anos em 2009. O padre cearense que viveu no Rio de Janeiro e, posteriormente, em Recife, aliou, como poucos, as ideias e a ação. Incompreendido por muitos, inclusive dentro da sua Igreja, provocou mudanças por onde passou. Dinamizou a Ação Católica, criou a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, foi uma das figuras mais influentes do Concílio Vaticano II e realizou obras sociais polêmicas, como a Cruzada São Sebastião e o Banco da Providência. Também foi um dos maiores expoentes da Teologia da Libertação. O Dom, como era chamado, dedicou boa parte do seu tempo a criticar as estruturas injustas que criavam fossos entre ricos e pobres e os excessos do regime militar do Brasil nos anos 1960 e 1970. Suas viagens pelo mundo denunciando as torturas e as agressões aos direitos humanos no Brasil lhe renderam quatro indicações consecutivas ao Prêmio Nobel da Paz, que nunca lhe foi outorgado por razões políticas.

Para marcar o centenário dessa personalidade tão incomum, a Rádio Senado preparou o documentário “Um homem chamado Hélder”, que tem Luís Carlos Fonteles como realizador, Danuza di Carlantônio na produção e Carlos Quezado como engenheiro de áudio. Usando a técnica do feature radiofônico, o programa mistura realidade e ficção, para conduzir o ouvinte por uma viagem sonora pelos principais fatos da vida de Dom Hélder.

Dentre as personalidades que deram depoimentos ao documentário, estão Marina Bandeira, Padre José Comblin, Lúcia Moreira, Dom Eugênio Salles, Dom José Freire Falcão, Padre Marcelo Barros, Padre Reginaldo Veloso, Cândido Mendes, Padre Edilberto Reis, Padre Raimundo Caramuru Barros, Rosemberg Cariry, Cristiano Câmara, Antônio Barbosa, Eneida Campos, Padre José Ernanne Pinheiro, Maria Luísa Amarante, Jarbas Passarinho, Márcio Porto, Irmã Catarina Damasceno, Zezita Cavalcanti, Gilberto Paixão, Rosa Calixto, além dos senadores José Nery, Inácio Arruda, Francisco Dornelles e Jarbas Vasconcelos.

O documentário “Um homem chamado Hélder”  está disponível para escuta e download no seguinte endereço na internet: http://www2.senado.gov.br/bdsf/item/id/161147
Luis Carlos Alencar
Fonte Luis Carlos Alencar 19/11/2009 ás 0h

Compartilhe

Um homem chamado Hélder