Uefa pedirá adoção imediata de novas punições contra o racismo

Fonte Ansa flash 23/05/2013 às 20h

Oficialmente, as normas entrarão em vigor dentro de sete dias, mas a direção do organismo vai pedir que elas passem a valer imediatamente para os campeonatos nacionais ainda em curso

ROMA, 23 MAI (ANSA) - A União das Federações Europeias de Futebol (Uefa, na sigla em inglês) vai propor na próxima sexta-feira que as novas regras e punições contra o racismo entrem em vigor imediatamente nas mais de 50 federações que integram a entidade.

Oficialmente, as normas entrarão em vigor dentro de sete dias, mas a direção do organismo vai pedir que elas passem a valer imediatamente para os campeonatos nacionais ainda em curso.

O presidente da Federação Italiana de Futebol (FIGC, na sigla em italiano), Giancarlo Abete, disse que o código de Justiça Desportiva da Itália adotará as novas normas.

O novo regulamento inclui punições muito mais pesadas para combater de maneira eficiente as manifestações racistas nos jogos de futebol na Europa, cada vez mais frequentes.

Em caso de manifestações hostis das torcidas, as normas determinam o fechamento parcial do estádio na primeira transgressão. Se houver uma segunda transgressão, o estádio onde ela ocorreu sofrerá um fechamento permanente e o time que for proprietário do estádio receberá uma multa de 50 mil euros. Já os jogadores e dirigentes que tiverem comportamentos racistas serão suspensos por no mínimo dez turnos.

A Uefa também prevê um aumento nas punições a jogadores, técnicos e dirigentes que ofendam os árbitros e seus auxiliares. A suspensão passará dos atuais dois turnos para três turnos, no caso das ofensas verbais. Agressões físicas contra os trios de arbitragem passarão de 10 turnos para 15 de suspensão.

Ansa flash
Fonte Ansa flash 23/05/2013 ás 20h

Compartilhe

Uefa pedirá adoção imediata de novas punições contra o racismo