TRT determina que 80% da frota dos ônibus circulem durante greve no Rio

Fonte Agência Brasil 01/03/2013 às 20h

 

Rio de Janeiro – O Tribunal Regional do Trabalho da 1ª Região (TRT) determinou que 80% da frota de ônibus circulem na capital fluminense. Desde a madrugada de hoje (1º), os rodoviários fazem uma paralisação por aumento de salários e benefícios. A multa para o descumprimento da decisão judicial soma R$ 200 mil, além da configuração de crime de desobediência.

A determinação é da desembargadora Rosana Salim Villela Travesedo, em favor do Sindicato das Empresas de Ônibus da Cidade do Rio de Janeiro, a Rio-Ônibus. Na decisão, a magistrada argumentou que a volta de 80% dos ônibus às ruas vai “evitar a perpetuação de danos irreparáveis à população desta cidade e a implementação do caos, dada a inconteste necessidade do transporte”.

A previsão é que o Sindicato Municipal dos Trabalhadores Empregados em Empresas de Transporte Urbano de Passageiros do Município do Rio de Janeiro seja notificado ainda nesta sexta-feira.

Por meio da assessoria de imprensa, os rodoviários informaram que vão recorrer da decisão, assim que forem notificados. A categoria reclama da lentidão da Justiça para julgar violações trabalhistas, como jornada de trabalho superior a 14 horas, dupla função – no caso de o motorista acumular a função de cobrador- e insalubridade.

Em nota, a Rio-Ônibus declarou que a decisão do tribunal atendeu ao pedido das empresas. Sem comentar as questões trabalhistas, informou que até meados da tarde, 28% da frota de 9 mil ônibus do município estavam em circulação, sendo que 194 carros ficaram com avarias durante protestos dos trabalhadores nas garagens das empresas. Nove pessoas ficaram feridas.

Agência Brasil
Fonte Agência Brasil 01/03/2013 ás 20h

Compartilhe

TRT determina que 80% da frota dos ônibus circulem durante greve no Rio