Trabalhadores certificados ingressam em curso técnico

Fonte Ascom - MEC 08/05/2012 às 21h
Beneficiários da Rede Nacional de Certificação Profissional e Formação Inicial e Continuada (Rede Certific) são incentivados a continuar os estudos e ingressar em cursos técnicos no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Brasília. Em Samambaia, na região administrativa do Distrito Federal, foram atestados neste ano os conhecimentos de 16 trabalhadores em áreas ligadas à construção civil. Desse total, nove profissionais são agora alunos do curso técnico em edificações ofertado pelo campus Samambaia do instituto.

Eles ingressaram por meio do sistema tradicional de sorteio de vagas em cursos da instituição, que agora reserva vagas para beneficiários da Rede Certific. “Nesse caso não é avaliado mais nada no candidato, pois ele já passou pelo reconhecimento de saberes e só participa do processo seletivo, sorteio dentro das vagas reservadas”, explica Andresa Andrade, coordenadora do programa no campus Samambaia. O instituto federal também certifica conhecimentos de trabalhadores na área de hospitalidade no campus Brasília.

Andresa lembra que o diferencial desse processo para certificar saberes é levar em consideração o aprendizado adquirido pelo trabalhador ao longo da vida, assim como o incentivo à continuidade dos estudos por parte da instituição. “O programa visa ainda a elevação da escolaridade, coisa que não é obtida em outros processos de certificação. Por isso se torna mais vantajoso. O aluno tem a oportunidade de ingressar em um curso técnico, ir posteriormente para um tecnólogo e continuar os estudos até uma pós-graduação”, complementa.

O eletricista Adeilton de Souza, 38, atua como autônomo há cerca de 10 anos. Ele teve a experiência profissional certificada pelo Instituto Federal de Brasília em 2011 e, neste ano, ingressou no curso técnico em edificações ofertado pela instituição.

Adeilton diz que a certificação veio em hora certa, pois prestou concurso no ano passado e agora é servidor público na prefeitura municipal de Santo Antônio do Descoberto, cidade goiana próxima ao Distrito Federal. “Tudo aquilo que eu almejava e precisava estou conseguindo. Foi tudo na hora certa”, afirmou. “Se a gente quer algo hoje em dia tem que correr atrás.”

Lourival Francisco de Oliveira, 40, já trabalhava há duas décadas como pedreiro no Distrito Federal. “Apesar de trabalhar por conta própria, o mercado exige certificados e é importante estar qualificado”, conta. O pedreiro e ex-aluno da Rede Certific também é aluno do curso técnico em edificações no instituto e lembra que o incentivo do corpo docente durante o processo de certificação foi importante para a continuidade dos estudos, como ressaltou a coordenadora.

A certificação de saberes adquiridos ao longo da vida é uma realidade nas instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica desde 2009. Instituída pela Portaria Interministerial nº 1.082, dos ministérios da Educação e do Trabalho e Emprego, a Rede Certific oferece qualificação e reconhecimento profissional a trabalhadores que não tiveram a oportunidade de frequentar um curso regular de formação profissional. As primeiras trabalhadoras foram certificadas em abril de 2010, em Florianópolis, na área de turismo e hospitalidade.

Danilo Almeida
Ascom - MEC
Fonte Ascom - MEC 08/05/2012 ás 21h

Compartilhe

Trabalhadores certificados ingressam em curso técnico