TJDSP apresenta resolução que proíbe fogos de artifícios nos estádios paulistas

Fonte Agência Brasil 27/02/2013 às 20h

 

São Paulo – O Tribunal de Justiça Desportiva do Estado de São Paulo (TJDSP) apresentou hoje (27) uma resolução que proíbe o uso de fogos de artifício nos estádios de futebol do estado. O presidente do tribunal, Mauro Marcelo de Lima e Silva, disse que a medida é necessária para evitar episódios como o caso do torcedor boliviano que morreu ao ser atingido por um sinalizador. O artefato foi disparado por um torcedor do Conrinthians, no jogo em que o time paulista enfrentava o boliviano San José, na última quarta-feira (20) em Oruro, na Bolívia, pela Libertadores da América.

A resolução determina que quando o árbitro perceber que estão sendo usados fogos dentro do estádio interrompa imediatamente a partida e comunique a irregularidade ao policiamento local. Além disso, ele deverá elaborar um relatório que indique qual torcida estava usando os fogos, informações que serão enviadas à Procuradoria da Justiça Desportiva.

A fiscalização da Federação Paulista de Futebol também deverá fazer relatórios quando for detectado o uso de fogos em estádios. Esses documentos serão encaminhados ao Tribunal de Justiça Desportiva. Os torcedores, torcidas ou clubes envolvidos responderão de acordo com o Código Brasileiro de Justiça Desportiva e o Estatuto do Torcedor.

Na noite de hoje (27), o Corinthians, por determinação da Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol), fará a sua primeira partida sem torcida. Após o incidente na Bolívia, o time foi punido pela Conmebol por 60 dias nos jogos em casa. O jogo contra o Millonarios da Colômbia ocorrerá no Estádio Paulo Machado de Carvalho, o Pacaembu, na capital paulista.

Agência Brasil
Fonte Agência Brasil 27/02/2013 ás 20h

Compartilhe

TJDSP apresenta resolução que proíbe fogos de artifícios nos estádios paulistas